Equipe de Governo

Foto: Manu Dias/GOVBA

Nascido em 3 de abril de 1965, no povoado de Palmeirinha, no município baiano de Aiquara, o governador Jerônimo Rodrigues é engenheiro agrônomo e professor licenciado da Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs). Este é o primeiro cargo eletivo ocupado por Jerônimo, que definiu como prioridades da sua gestão à frente do Executivo baiano o enfrentamento da fome e a promoção da inclusão social por meio de políticas públicas alinhadas com o Governo Federal.

Durante as duas gestões de Rui Costa como governador da Bahia, Jerônimo foi secretário estadual do Desenvolvimento Rural (SDR), entre 2015 e 2019, e da Educação, entre 2019 e 2022. Nas duas pastas estaduais, foi responsável pela execução dos maiores investimentos realizados pelo Estado da Bahia na história, nesses dois segmentos.

Na SDR, foram investidos mais de R$ 2,5 bilhões pelo Estado da Bahia para fortalecer a agricultura familiar. Na Secretaria da Educação, deu início ao maior programa de infraestrutura escolar da história da Bahia, considerado o maior investimento da atualidade em todo o Brasil. São mais de R$ 3,5 bilhões investidos na ampliação, modernização, requalificação e construção de novas escolas.

Além disso, Jerônimo Rodrigues criou inúmeros programas de assistência estudantil, como o Vale-Alimentação Estudantil, que disponibilizou recurso financeiro para todos os estudantes matriculados na rede estadual de ensino durante a pandemia. Outros exemplos de programas de assistência estudantil são o Bolsa Presença, que assegura, mensalmente, bolsa de pelo menos R$ 150 a famílias de baixa renda com estudantes matriculados na rede estadual; e o programa Mais Estudo, que garante bolsas de até R$ 600 para que estudantes das quatro universidades estaduais baianas (Uesb, Uesc, Uesf e Uneb) consigam permanecer nessas instituições e não desistam do ensino superior.

Foto: Manu Dias/GOVBA

Primeiro vereador em exercício eleito vice-governador do Estado da Bahia, Geraldo Júnior é natural de Salvador e nasceu no dia 7 de maio de 1969. Formado em Direito pela Universidade Católica do Salvador (UCSal) e pós-graduado em Processo Civil, iniciou a vida profissional na advocacia privada. Em 1993, ingressou na gestão pública, quando foi empossado, na gestão da então prefeita Lídice da Mata, no cargo de coordenador Jurídico da Companhia Municipal de Abastecimento (Comasa). Na administração do ex-prefeito Antônio Imbassahy, foi subcoordenador das administrações regionais de Salvador.

Em 2011, entrou para a Câmara Municipal de Salvador, assumindo a vaga deixada por Luizinho Sobral, que passou a ocupar o cargo de deputado estadual. Em outubro de 2012, renovou o mandato para o quadriênio 2013-2016. Foi eleito 1º vice-presidente da Câmara Municipal de Salvador, cargo da Mesa Diretora da Casa, para o biênio 2015-2016. 

Em outubro de 2016, renovou o mandato para o quadriênio 2017-2020. Em janeiro de 2019, assumiu a presidência da Câmara de Vereadores para o biênio 2019-2020. Em outubro de 2020 renovou o mandato para o quadriênio 2021-2024, tornando-se o 2° vereador mais votado na capital baiana. Em janeiro de 2021, assumiu a presidência da Câmara de Vereadores para o biênio 2021-2024, sendo aclamado à unanimidade. 

Aprovou projetos importantes para a cidade, como autorização para Salvador entrar no consórcio da compra das vacinas, sendo o primeiro município do país a aprovar; e também a votação da regulamentação dos transportes por aplicativos, considerada um dos maiores desafios da sua carreira. Em sessão histórica, conseguiu que o Estatuto da Igualdade Racial, que tramitava na Câmara há 13 anos, fosse finalmente aprovado.

Em março de 2022, foi reeleito Presidente da Câmara de Vereadores, para o terceiro mandato, no biênio 2023-2024. Neste mesmo mês, foi anunciado como pré-candidato a vice-governador da Bahia, com Jerônimo Rodrigues como pré-candidato a governador. 

No dia 30 de novembro, em sessão extraordinária e de forma célere, na Câmara Municipal de Salvador, foi aprovado o Projeto de Lei do Executivo Municipal (PLE nº 244/2022), que regulamenta em Salvador o piso nacional de dois salários mínimos (R$ 2.424,00) para os agentes de saúde e de combate às endemias. A 2ª Sessão Extraordinária da 2ª Sessão Legislativa da 19ª Legislatura foi conduzida pelo presidente da Casa, vereador Geraldo Júnior (MDB) que, há meses, defendia esta regulamentação em Salvador.

Foto: Manu Dias/GOVBA

Membro do Grupo de Transição Governamental, Adolpho foi um dos coordenadores da campanha do governador Jerônimo Rodrigues e é dirigente do Partido dos Trabalhadores (PT), onde atualmente exerce o cargo de secretário de Comunicação. Adolpho foi Assessor Especial da Casa Civil da Presidência da República; Diretor de Fiscalização e Outorga do Ministério das Comunicações; Coordenador Executivo da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social do Estado da Bahia (SJDHDS); e Assessor Parlamentar na Câmara dos Deputados e na Assembleia Legislativa da Bahia. Agora assumirá a Chefia de Gabinete do Governo da Bahia.

Foto: Manu Dias/GOVBA

Ingressou na Procuradoria-Geral do Estado da Bahia através de concurso público, em abril de 1997, e tomou posse como procuradora do Estado em 11 de abril de 1997. Foi designada para atuar como Procuradora chefe do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento, no período de 2009 a 2015. Atuou como Procuradora chefe na Procuradoria Administrativa no período de 2015 a 2021 e foi nomeada para o cargo de Procuradora Geral Adjunta para Assuntos Jurídicos, da Procuradoria Geral do Estado, em 05/10/2021 até os dias atuais. Graduada em Direito pela Universidade Federal da Bahia (1995) e especialista em Direito de Infraestrutura Pública pela Faculdade de Direito da Fundação Getulio Vargas/SP, Bárbara Camardelli é professora de Direito Civil da Universidade Católica de Salvador. Possui MBA em parcerias público-privadas pela Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo.

Foto: Manu Dias/GOVBA

Titular da Secretaria da Administração (Saeb) desde agosto de 2013, Edelvino é graduado e mestre em Economia, pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), e professor universitário. Ingressou no serviço público federal em 1995 como economista da SUDENE, onde assumiu funções de chefia e coordenação na sede, em Recife, e no Escritório Regional em Salvador. Teve passagem no Ministério da Fazenda em 2001 e foi aprovado, em novo concurso público, para o cargo de analista do IBGE a partir de 2002. Em 2006, foi cedido ao Tribunal de Justiça da Bahia para exercício da função de Chefe de Gabinete do Instituto Pedro Ribeiro de Administração Judiciária (IPRAJ) – autarquia responsável pelas questões de patrimônio, orçamento, logística e administração do Poder Judiciário. Em Janeiro de 2007, foi cedido ao Governo da Bahia, para assumir o cargo de Chefe de Gabinete da Secretaria da Administração.

Foto: Manu Dias/GOVBA

Deputado estadual pelo Avante da Bahia, empresário e incentivador do empreendedorismo, Tum é presidente da Comissão Parlamentar Especial de Assuntos Territoriais e Emancipação e membro titular da Comissão Especial do Complexo Intermodal da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (FIOL), Porto Sul e Complexo Viário do Oeste (Ponte Salvador-Itaparica), na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba). Como parlamentar, atuou no desenvolvimento e captação de projetos nas culturas de soja, milho e cana de açúcar junto à Secretaria de Desenvolvimento Econômico da Bahia (SDE). Trabalhou pela implantação e ampliação das ações da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) na região norte do Estado e foi responsável pela implantação de cursos de capacitação para o povo do campo em diferentes regiões da Bahia, assim como pelo fortalecimento do Projeto Pró-Semiárido, entre outras iniciativas voltadas à agricultura, fruticultura, caprinocultura e geração de emprego e renda.

Foto: Manu Dias GOVBA

Graduada em Administração, com foco nas dinâmicas do terceiro setor, Fabya Reis iniciou sua vida pública aos 17 anos no Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) e atuou durante 13 anos na organização de projetos de formação de lideranças, desenvolvimento social, organização de cooperativas e associações rurais. Possui mestrado em Sociologia e Doutorado e Pós-doutorado em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Campina Grande (UFCG). Após atuar em cargos de gestão na Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social e Combate à Pobreza (Sedes), na gestão do ex-governador Jaques Wagner, e na Secretaria de Políticas para Mulheres (SPM), Fabya assumiu, em 2016, a titularidade da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi) e tem trabalhado para consolidar direitos da população negra, dos povos e comunidades tradicionais, além de fortalecer as políticas de enfrentamento ao racismo e à intolerância religiosa.

Foto: Manu Dias/GOVBA

Graduado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal da Bahia (UFBA – 1998) e mestre em Planejamento Urbano e Regional pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), André Joazeiro é secretário estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação desde julho deste ano. Exerceu a função de professor de Pós-graduação na Universidade Católica do Salvador (UCSAL) e coordenou o planejamento do projeto do Parque Tecnológico da Bahia na Fundação CERTI. No serviço público, tem passagem pela própria Secti, como pesquisador, e na antiga Secretaria da Indústria, Comércio e Mineração (atual SDE), nas funções de Chefe de Gabinete, Superintendente e Assessor Especial.

Foto: Camila Souza/GOVBA

Com passagem por agências de publicidade, rádio, assessoria de imprensa, televisão, jornal impresso e experiências em cargos públicos, André Curvello foi redator publicitário, Chefe da Sucursal do jornal A Tarde e Secretário de Comunicação Social da Prefeitura Municipal de Feira de Santana, segunda maior cidade da Bahia. Foi também secretário de Comunicação Social do Município de Salvador, trabalhou como repórter, editor e produtor em rádio, jornal e televisão. Coordenou diversas campanhas eleitorais majoritárias e outras na área Política. É secretário de Comunicação do Estado da Bahia desde 2015, após coordenar a comunicação da campanha do então candidato ao Governo do Estado pelo PT, Rui Costa, em 2014.

Foto: Manu Dias/GOVBA

Bruno Monteiro é jornalista, produtor e gestor cultural. Em sua experiência de gestão, foi chefe de gabinete de dois Ministérios (Direitos Humanos e Políticas para as Mulheres) e assessor especial da Presidência da República no governo Dilma Rousseff. Como produtor, atuou na produção de artistas como Caetano Veloso. Além disso, coordenou a produção do documentário “Democracia em Vertigem”, indicado ao Oscar (2020). Sempre atuante como ativista cultural, foi um dos fundadores do Movimento 342 Artes, que uniu a classe artística em torno de causas sociais e políticas. Com muito trânsito e relação no meio cultural nacional, participou do grupo de trabalho de transição da cultura no Governo Federal. Nos últimos anos, coordenou a
comunicação do senador Jaques Wagner e a comunicação da campanha vitoriosa de Jerônimo Rodrigues ao Governo do Estado.

Foto: Manu Dias/GOVBA

Jusmari Oliveira foi vereadora, presidente da Câmara Municipal de Barreiras, deputada estadual por três mandatos, deputada federal e prefeita de Barreiras, no oeste da Bahia. Em 2017, foi convidada pelo governador Rui Costa e pelo senador Otto Alencar para assumir a Secretaria de Desenvolvimento Urbano, onde realizou um grande trabalho e logo depois se elegeu deputada estadual. Agora, ela retorna à Sedur com a missão de servir aos que mais precisam, na gestão de Jerônimo Rodrigues. Forte representante das mulheres e defensora da agricultura, Jusmari é bacharel em Letras, agricultura e comerciante.

Foto: Manu Dias/GOVBA

Adélia Pinheiro foi Reitora por duas gestões consecutivas na Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC). É professora concursada da instituição, localizada em Ilhéus, desde 1990. Secretária estadual da Saúde (Sesab) do Governo do Estado desde fevereiro de 2022, ela também foi titular da Secretaria Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado (Secti). Graduada em Medicina pela UFBa, Adélia é mestre em Saúde Coletiva pela mesma instituição e doutora em Saúde Pública pela Universidade de São Paulo (USP).

Foto: Manu Dias/GOVBA

O economista Manoel Vitório é servidor público federal de carreira e esteve à frente da Saeb entre os anos de 2007 e 2013, na gestão do ex-governador Jaques Wagner. Em agosto de 2013, ele assumiu a Sefaz e permaneceu no cargo com o governador Rui Costa. Agregando à formação em Economia e ao mestrado acadêmico a experiência como especialista em Organização de Sistemas e Métodos, Manoel Vitório iniciou sua trajetória profissional no Executivo Federal, onde ingressou via concurso em 1994 e exerceu diversas funções de chefia, coordenação e direção superior. No Judiciário Estadual, exerceu as funções de Diretor-Superintendente do IPRAJ, atuou também como vice-presidente do Conselho de Administração do Ipraj e foi assessor chefe de Planejamento do Tribunal de Justiça da Bahia. No Judiciário Federal, exerceu a função de Secretário de Administração do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Exerceu, ainda, a presidência dos Conselhos de Administração Agência de Fomento do Estado da Bahia, da Fundação Luiz Eduardo Magalhães, do Comitê Interinstitucional de Recuperação de Ativos e da Companhia de Processamento de Dados da Bahia.

Foto: Manu Dias/GOVBA

Deputado federal reeleito pelo PSD, Sérgio Brito é administrador e bacharel em Direito. Já ocupou cargos de gestão na administração pública estadual e municipal. Em 2019, licenciou-se do Congresso para assumir a Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedur) a convite do governador Rui Costa. Nos anos de 2009 e 2010, Brito foi Secretário Municipal de Planejamento, Tecnologia e Gestão da Prefeitura de Salvador.

Foto: Manu Dias/GOVBA

É formada em engenharia civil e tem uma série de experiências como gestora na administração pública, nas esferas estadual e municipal. Antes de ser anunciada como nova titular da SIHS no novo governo, Larissa ocupada o cargo de diretora de Meio Ambiente e Recursos Hídricos da Companhia de Engenharia Hídrica e de Saneamento da Bahia (Cerb), órgão vinculado à Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS), na gestão estadual passada. Foi subsecretária na Secretaria Municipal de Ordem Pública de Salvador, entre 2021 e 2022, e diretora de Habitação e Regularização Fundiária na Secretaria Municipal de Infraestrutura e Obras Públicas de Salvador, entre 2017 e 2020. Também atuou no setor privado, ocupando cargos de gestão de obras, e exerceu funções na área da comunicação social, colocando em prática o conhecimento adquirido na graduação de Jornalismo, sua segunda formação profissional.

Foto: Manu Dias/GOVBA

Felipe Freitas é doutor e mestre em Direito pela Universidade de Brasília e pesquisador na área de direito, violência e política. É professor colaborador do mestrado profissional em segurança pública da Universidade Federal da Bahia (Ufba) e professor do corpo permanente do Programa de Pós-Graduação em Direito Constitucional do Instituto Brasileiro de Ensino, Desenvolvimento e Pesquisa (IDP). No Governo do Estado, atuou como assessor técnico na área de igualdade racial e políticas públicas de juventude. Formado em direito pela Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), também acumula experiências na esfera federal, onde foi coordenador nacional do Plano de Prevenção à Violência contra Juventude Negra do Governo Federal (2012 – 2014), secretário executivo do Conselho Nacional de Promoção da Igualdade Racial da Presidência da República e assessor parlamentar na Câmara dos Deputados no mandato do deputado federal Luiz Alberto (PT/BA).

Como consultor, acumula muitas atuações na Organização das Nações Unidas. Também foi o responsável pela elaboração da Matriz Nacional de Formação dos Servidores Penais. Trabalhou junto ao Centro de Formação Jurídica e Judiciária do Governo de Moçambique e, desde 2010, atua na área de pesquisa do Observatório Direitos Humanos, Crise e Covid-19 que reúne dezenas de organizações da sociedade civil brasileira.

Foto: Manu Dias/GOVBA

Advogado especializado em direito e legislação ambiental com mais de dez anos de experiência, Eduardo Sodré Martins é graduado em Direito pela Universidade Católica do Salvador, e pós-graduado em Direito e Legislação Ambiental pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). Ele foi membro da Comissão de Meio Ambiente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), entre 2011 e 2018, e atualmente é professor universitário da Universidade Católica do Salvador, onde lecionou a disciplina Direito Ambiental e Urbanístico e Direitos Humanos e Ambientais. Possui experiência em soluções estratégicas em questões ligadas ao Direito Ambiental, buscando o alinhamento jurídico entre as melhores práticas do desenvolvimento sustentável e segurança jurídica.Também já atuou na elaboração de legislações e regulamentos ambientais para os Municípios.

Foto: Manu Dias/GOVBA

Bacharel em Administração Pública pelo Centro Universitário de Brasília (UniCeub), Cláudio Peixoto possui especialização em Finanças Públicas pela Universidade Federal da Bahia (Ufba) e tem ampla experiência na área de Administração Pública, com ênfase em Planejamento Governamental e Orçamento Público. Em 1994, passou a integrar a Administração Pública Estadual, exercendo a função de Chefe da Divisão Administrativa da extinta Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola S.A. (EBDA), onde permaneceu até o ano de 1998, quando, através de concurso público, entrou para a carreira de EPPGG, sendo lotado no quadro de pessoal da Secretaria do Planejamento do Estado da Bahia (Seplan/Ba). Entre os anos de 2002 e 2006, esteve à disposição do Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA), oportunidade em que atuou como Assessor Chefe de Planejamento junto ao Instituto Pedro Ribeiro de Administração Judiciária (Ipraj).

Foto: Manu Dias/GOVBA

Elisângela dos Santos Araújo é agricultora familiar nascida no semiárido do nordeste baiano. É Secretaria Agrária Nacional do Partido dos Trabalhadores (PT) e foi uma das coordenadoras do Grupo de Trabalho de desenvolvimento agrário do Governo de Transição do Presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em Brasília. Foi presidenta do Sindicato dos trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura Familiar (SINTRAF) de São Domingos e Diretora Estadual da CUT-Bahia. Na CUT Nacional ocupou a Diretoria Executiva por três mandatos e foi secretária-geral do Departamento Nacional dos Trabalhadores Rurais (DNTR/CUT).

Por conta dessa trajetória de luta, tornou-se uma liderança regional das mulheres trabalhadoras rurais. Em 2003, assumiu a coordenação do escritório da CUT Nacional em Brasília, onde atuou na construção do Projeto Sindical da Agricultura Familiar. No mesmo ano passou a representar a entidade como Conselheira Nacional do CONSEA (Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional), contribuindo com a implementação e coordenação de programas sociais, a exemplo do Fome Zero.

Em 2005, foi eleita coordenadora-geral da Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar do Brasil (FETRAF-BRASIL/CUT), sendo reeleita em 2009. Em 2013, assume a Secretaria Geral da Fetraf-Bahia/CUT. Sócio-fundadora do Instituto Lula, foi candidata a deputada-federal pelo estado da Bahia em 2018 e em 2022.

Foto: Manu Dias/GOVBA

Ângela é cientista social formada pela Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Federal da Bahia (Ufba) e aluna especial de Mestrado em Educação no Programa de Pós-Graduação em Ensino e Relações Raciais da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB). Professora licenciada da rede estadual de ensino, Ângela tem uma série de experiências como gestora pública e docente. Antes ser anunciada como titular da Sepromi no novo governo, ocupava o cargo de coordenadora de Fomento ao Artesanato, da Secretaria Estadual do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), na gestão estadual passada. Antes da Setre, Ângela foi secretária-adjunta Nacional de Juventude, cargo que ocupou na Secretaria Geral da Presidência da República durante a gestão da ex-presidente Dilma Rousseff, entre 2011 e 2016.

Também foi presidenta do Conselho Nacional de Juventude, na Presidência da República, e diretora do Departamento de Ações para a Reparação Social na Prefeitura de São Sebastião do Passé (BA). Como docente, atuou na formação para empoderamento de jovens e mulheres negras, no Fórum de Quilombos Educacionais da Bahia (FOQUIBA); e participou da formação de jovens no Projeto Didá Alamojú, da ONG Omí Dudù, trabalhando temas como diversidade, cidadania, gênero e raça, direitos humanos e políticas públicas. É presidente nacional licenciada da União de Negras e Negros pela Igualdade (UNEGRO).

Foto: Manu Dias/GOVBA

Caetano permanece secretário de Relações Institucionais, cargo que assumiu em maio de 2021. Formado em Farmácia Bioquímica pela UFBA, foi vereador e três vezes prefeito da cidade de Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). Também foi presidente da União dos Prefeitos da Bahia (UPB), deputado estadual e deputado federal.

Foto: Manu Dias/GOVBA

Graduada em Administração pela UEFS e mestre em Administração Estratégica (UNIFACS), Roberta Santana é especializada na área de Administração Pública, com ênfase em Planejamento e Gestão Estratégica. Ocupa funções estratégicas de gestão no Governo do Estado desde 2007. Nos últimos 16 anos, foi assessora de planejamento e gestão da Embasa e da Cerb; diretora-geral da Sedur; coordenadora da presidência da Conder; diretora-geral da Secretaria Estadual da Educação (SEC) e, por fim, diretora-geral da Sesab, cargo que exerceu antes de assumir a Chefia de Gabinete da pasta.

Foto: Manu Dias/GOVBA

Graduado em Direito pela Universidade Católica do Salvador (Ucsal), Marcelo Werner é delegado da Polícia Federal (PF) e acumula uma série de experiências em cargos de gestão na instituição. Professor de técnicas operacionais da PF desde 2021, Marcelo já foi chefe do Setor de Inteligência Policial (SIP) da Polícia Federal, chefe da Delegacia de Repressão a Entorpecentes da Superintendência Regional da PF na Bahia e chefe substituto da Delegacia de Polícia de Imigração (Delemig). Em sua carreira na Polícia Federal, realizou cursos e formações complementares e, atualmente, também é professor de armamento e tiro da PF e operador do Grupo de Pronta Intervenção. Desde maio deste ano, exerce o cargo de delegado regional de investigação e combate ao crime organizado da Superintendência da Polícia Federal na Bahia.

Foto: Manu Dias/GOVBA

Secretário da Administração Penitenciária e Ressocialização do Estado da Bahia desde abril deste ano, José Antônio Maia Gonçalves é advogado e possui vasta experiência na área jurídica, atuando como profissional liberal nos tribunais estaduais, nos tribunais regionais federais, nos tribunais superiores (STJ, STJ e TST) e no Conselho Nacional de Justiça. Membro da Comissão Executiva Estadual do Partido Verde (PV) na Bahia e no município de Salvador, o gestor permanecerá à frente da Seap no governo de Jerônimo Rodrigues. José Antônio já atuou como professor do Instituto dos Advogados da Bahia e da Escola Livre de Direito Josaphat Marinho; foi conselheiro da Associação Baiana de Advogados Trabalhistas (ABAT); e membro suplente do Tribunal de Ética e Disciplina da OAB/BA.

Foto: Manu Dias/GOVBA

Davidson Magalhães é natural de Itabuna e atual secretário do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre). Formado em Economia pela Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) e mestre na mesma área pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), Davidson começou sua trajetória docente em 1990, na Uesc. Atualmente, é professor da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), campus Salvador. Foi vereador, por dois mandatos, em Itabuna. No município, exerceu ainda as funções de secretário de Indústria e Comércio e secretário de Articulação Política. No período de 2007 a 2014, assumiu a presidência da Companhia de Gás da Bahia (Bahiagás). Exerceu a coordenação da Agência Nacional de Petróleo (ANP) no Nordeste, integrou o Conselho Fiscal da Coelba e presidiu o Conselho Fiscal da Neoenergia no Brasil. Foi deputado federal entre 2015 e 2018.

Foto: Manu Dias/GOVBA

Maurício Bacelar é engenheiro civil de formação e iniciou a experiência com gestão pública nos anos 1980. Foi diretor técnico do Complexo Petroquímico de Camaçari; secretário de Obras no município de Dias d’Ávila; secretário de Habitação e Infraestrutura de Camaçari e diretor-geral do Detran-BA. Antes de assumir a Secretaria de Turismo do Estado da Bahia, em maio de 2021, Bacelar estava na direção geral da Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia.