Foto: Leonardo Rattes/SesabGOVBA

O Governo do Estado realiza diversos investimentos no município de Feira de Santana, em busca de melhorar as condições de vida da população de local, sobretudo na área saúde. Cerca de 240 milhões de reais são investidos por ano em custeio de serviços de saúde, a fim de suprir lacunas deixadas pela gestão municipal, que parece desconhecer as obrigações constitucionais da segunda maior cidade da Bahia, que é cuidar tanto da atenção básica, o que envolve consultas, exames e cirurgias eletivas, passando pela Urgência e Emergência, e até a alta complexidade.  

O superintendente de Atenção à Saúde da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), Igor Lobão, esclarece que o Governo do Estado assiste os cidadãos de Feira de Santana e demais municípios da macrorregião. Lobão ressalta, ainda, que foram investidos R$ 160 milhões em investimentos na melhoria da assistência à saúde no município.  

Para o ano em curso, o superintendente pontua como principal projeto a ampliação e revitalização do Hospital Clériston Andrade, com 40 novos leitos do UTI, 11 novas salas cirúrgicas, ampliação e climatização das enfermarias e ampliação da estrutura da Hemoba.  

“Nas gestões de Jaques Wagner e Rui Costa, foram feitos o Hospital Estadual da Criança; a Maternidade Regional de Feira de Santana; o Hospital Clériston Andrade  II; a maior UPA do interior do Estado, e uma Policlínica Regional, que até bem pouco tempo, registrava dívida da Prefeitura para com o Consórcio”, esclarece o Lobão.  

Ampliação e melhorias 

Já foi implantado um novo centro de captação de sangue da Hemoba e está em curso a ampliação do Clériston Andrade. Somente em Feira de Santana, nos últimos oito anos, foram investidos mais R$ 160 milhões na construção de novas unidades, além da reforma, ampliação e requalificação de espaços já existentes. O Estado ainda investe cerca de R$ 40 milhões por ano em serviços de ortopedia, traumatologia, tratamento hiperbárico, transplantes e cirurgias eletivas.  

Novos serviços 

No município de Feira de Santana existem também diversos credenciamentos de prestadores de serviços de saúde com o Estado, entre eles o de UTI adulto na Santa Casa de Misericórdia de Feira de Santa; Hospital Dom Pedro de Alcântara (10 leitos, com valor anual de R$ 4, 6 milhões); credenciamento de prestadores de serviços de saúde de remoção terrestre (Sertão Serviços Médicos, com valor semestral R$ 883 mil); credenciamento de prestadores de serviços de saúde de Medicina Hiperbárica (Cento de Medicina Hiperbárica, valor anual R$ 1,4 milhão); credenciamento de serviços de saúde de Ortopedia e Traumatologia (Serfisio – Clínica de Fisioterapia Ortopedia e Traumatologia/Hospital Ortopédico Ltda, valor anual R$ 316 mil). 

Fonte: Ascom/Sesab