Jerônimo participa de cerimônia de posse de Margareth Menezes no Ministério da Cultura
Foto: Márcia Espíndola

O governador Jerônimo Rodrigues cumpriu agenda em Brasília, ao longo desta segunda-feira (2), onde participou, no início da noite, da cerimônia de posse da ministra baiana Margareth Menezes no Ministério da Cultura (Minc). A solenidade foi realizada no Museu Nacional da República e contou com a presença de artistas e de outras autoridades. Entre elas a historiadora Lilia Schwarcz, a escritora Elisa Lucinda e a primeira dama do Brasil, Janja Lula.

Durante a cerimônia, o governador falou sobre o simbolismo de ter um dos grandes nomes da música baiana como maior representante nacional da cultura. “Trazer para essa pasta uma artista, uma cantora, uma mulher, uma negra e uma empreendedora social. Margareth tem um projeto muito bonito e faz gestão e articulação entre a cultura e a inclusão. Eu conheço muito bem o projeto de Margareth e tenho certeza que a presença dela no ministério fortalece o papel da cultura brasileira”, frisa

Em sua fala, a ministra destacou o papel social do Ministério da Cultura para o país e para os artistas e “fazedores de cultura”. Ela afirmou que “o Minc é uma conquista da cultura brasileira e dos trabalhadores e trabalhadoras dessa área, que, desde a sua fundação, vêm buscando ter o seu lugar, seu ministério, pelo que ele representa em termos de reconhecimento da sua identidade”.

Ao longo da tarde, o governador Jerônimo Rodrigues esteve presente nas solenidades de posse dos ministros de Relações Institucionais da Presidência da República, Alexandre Padilha; de Ciência, Tecnologia e Inovação, Luciana Santos; do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome, Wellington Dias; Além das cerimônias nas quais foram empossados os ministros da Casa Civil, Rui Costa, e da Fazenda, Fernando Hadadd, ocorridas pela manhã.

Repórter: Milena Fahel