Biografia do vice-governador Geraldo Júnior

Equipe de Governo
Foto: Manu Dias/GOVBA

Nascido no município de Salvador (Bahia), em 7 de maio de 1969, o vice-governador Geraldo Júnior é formado em Direito pela Universidade Católica do Salvador (UCSal) e pós-graduado em Processo Civil. Iniciou a vida profissional na advocacia privada. Ingressou na gestão pública em 1993, quando foi empossado, na gestão da então prefeita Lídice da Mata, no cargo de coordenador Jurídico da Companhia Municipal de Abastecimento (Comasa). Na administração do ex-prefeito Antônio Imbassahy, foi subcoordenador das administrações regionais de Salvador.

Em 2011, entrou para a Câmara Municipal de Salvador, assumindo a vaga deixada por Luizinho Sobral, que passou a ocupar o cargo de deputado estadual. Em outubro de 2012, renovou o mandato com 11.264 votos para o quadriênio 2013-2016. Foi eleito 1º vice-presidente da Câmara Municipal de Salvador, cargo da Mesa Diretora da Casa, para o biênio 2015-2016.

Em outubro de 2016, renovou o mandato com 13.685 votos para o quadriênio 2017-2020. Em janeiro de 2019, assumiu a presidência da Câmara de Vereadores para o biênio 2019-2020. Em outubro de 2020 renovou o mandato com 12.906 votos para o quadriênio 2021-2024, tornando-se o 2° vereador mais votado na Capital Baiana. Em janeiro de 2021, assumiu a presidência da Câmara de Vereadores para o biênio 2021-2024, sendo aclamado à unanimidade.

Aprovou projetos importantes para a cidade, como autorização para Salvador entrar no consórcio da compra das vacinas, sendo o primeiro município do país a aprovar. Assim como a votação da regulamentação dos transportes por aplicativos, considerada um dos maiores desafios da sua carreira. Em sessão histórica, conseguiu que o Estatuto da Igualdade Racial, que tramitava na Câmara há 13 anos, fosse finalmente aprovado.

Em março de 2022 foi reeleito Presidente da Câmara de Vereadores, para o terceiro mandato, no biênio 2023-2024. Neste mesmo mês, foi anunciado como pré-candidato a vice-governador da Bahia, com Jerônimo Rodrigues como pré-candidato a governador.

No dia 30 de novembro, em sessão extraordinária e de forma célere, na Câmara Municipal de Salvador, foi aprovado o Projeto de Lei do Executivo Municipal (PLE nº 244/2022), que regulamenta em Salvador o piso nacional de dois salários mínimos (R$ 2.424,00) para os agentes de saúde e de combate às endemias. A 2ª Sessão Extraordinária da 2ª Sessão Legislativa da 19ª Legislatura foi conduzida pelo presidente da Casa, vereador Geraldo Júnior (MDB). Há meses, defendendo esta regulamentação em Salvador.

No segundo turno das eleições, foi eleito vice-governador da Bahia, se tornando o primeiro vereador em exercício eleito vice-governador do Estado.