Policiamento da Lavagem do Bonfim terá 1.800 PMs
Foto: Divulgação

A Polícia Militar da Bahia (PMBA) empregará o efetivo com aproximadamente 1.800 policiais militares no policiamento ostensivo da Lavagem do Bonfim 2023, que acontece nesta quinta-feira (12), na capital baiana, e reúne milhares de baianos e turistas. No tradicional cortejo de oito quilômetros, que vai da Igreja da Conceição da Praia até a Colina onde fica a Igreja do Senhor do Bonfim, haverá equipes da PM distribuídas em patrulhas e em 25 postos elevados de observação. A PM também irá intensificar as ações ostensivas no entorno da festa e nas principais vias de acesso com a utilização de viaturas (carros e motos), base móvel, cavalos, helicóptero e drones.

A Lavagem do Bonfim em 2023 vai homenagear “Os 100 anos de composição do Hino ao Senhor do Bonfim”, e é um motivo especial de comemoração para a Polícia Militar da Bahia, já que foi composto por João Antônio Wanderley, um policial militar e maestro da Banda de Música da PMBA, em parceria com Arthur de Salles, no ano de 1923.

O hino que se inicia com a letra “Glória a Ti neste dia de glória…” não é considerado o oficial da festa, porém é o mais difundido e cantado por baianos e fiéis. O hino oficial é entoado com mais frequência apenas no interior das igrejas católicas durante a festividade alusiva ao Senhor do Bonfim, enquanto o composto pela dupla João e Arthur é uma das 12 faixas do álbum Panis et Circensis (Mutantes), lançado em 1968.

“Esse hino foi feito pelo maestro João Wanderley e Arthur de Salles em homenagem ao 2 de Julho, mas foi incorporado ao Senhor do Bonfim porque foi uma evocação ao Santo da Igreja Católica da vitória na independência da Bahia. Em 1968, Caetano Veloso gravou o Hino “Glória a Ti”, com a participação da Banda da PM no disco que foi um dos marcos da Tropicália no Brasil. Neste ano, comemoramos 100 anos dessa composição que todo baiano sabe, conhece e cultua”, explica o tenente coronel Raimundo Marins, historiador e oficial da PMBA.

Missa e Procissão 

O planejamento operacional do policiamento seguirá durante todas as comemorações em torno do Senhor do Bonfim, que não se restringe à segunda quinta-feira do ano. A novena, que iniciou no último dia 5 seguirá até o próximo sábado (14) e no domingo (15) serão realizadas a missa solene e a procissão dos três pedidos, uma caminhada às 16h da Igreja dos Mares até a basílica do Senhor do Bonfim, finalizando as celebrações.

“O planejamento operacional da PM iniciou em novembro e o policiamento foi redimensionado para atender a expectativa de um grande público na Lavagem do Bonfim deste ano, após dois anos sem a realização da festa. Ao todo, serão nove postos de comando e toda a logística foi montada para o conforto da tropa e com o aparato da SSP [Secretaria de Segurança Pública], com o sistema de reconhecimento facial e informações do setor de inteligência. Baianos e turistas podem ficar tranquilos quanto ao policiamento dessa festa que é de extrema importância no calendário de eventos da Bahia”, destaca o coronel Guerra, comandante do Policiamento Regional da Capital (CPRC)/Baía de Todos os Santos (BTS)

Fonte: DCS-PMBA