Concurso gastronômico premia estudantes com participação na Cozinha Show da 13ª Feira da Agricultura Familiar
Foto: Divulgação

Aconteceu, nesta quarta-feira (30), o II Concurso Gastronômico e Estudantil, que premiou as duas melhores duplas de estudantes de Gastronomia com a participação em uma aula show dentro da programação da Cozinha Show da 13ª Feira Baiana da Agricultura Familiar e Economia Solidária. O evento será realizado de 14 a 18 de dezembro, no Parque Costa Azul, em Salvador. 

O Concurso, sediado na Faculdade Estácio de Sá, teve a participação de seis duplas de estudantes da Estácio de Sá, do Instituto Gourmet, do Centro Estadual de Educação Profissional Empreende Bahia (Ceep) e da Universidade Federal da Bahia (Ufba). Cada dupla de estudantes teve 40 minutos para executar um prato, que foi avaliado pelo corpo de jurados. Ter produtos da agricultura familiar e estar dentro do tema ‘Cozinha Étnica Cultural: uma volta à diversidade da agricultura familiar baiana’ estavam entre os critérios de avaliação.  

A dupla vencedora foi Dulce Maria Loreto e Antônia Leite (Ceep), que apresentou o prato “O Sertão vai virar mar”, um filé de tilápia grelhado acompanhado de farofa de tapioca, arroz com banana da terra e coentro, crispy de mandioca, queijo coalho maçaricado e pérolas de cebola com geleia de umbu. As estudantes comemoraram o primeiro lugar, que veio também com uma premiação de R$ 2 mil.

“Eu não esperava o primeiro lugar, mas estou muito feliz. Quero agradecer à nossa professora Jamile, que confiou na gente, só agradecer a todos. Da agricultura familiar, utilizamos o filé de tilápia, a tapioca, a manteiga, o queijo coalho, o coentro e a geleia de umbu”, celebrou Antônia Leite. 

No segundo lugar, ficou o prato “Musa Paradisíaca”, dos estudantes Alessandro Ribeiro e Jonatas Bonfim, da Ufba. Foi um picadinho de costela de caprino com molho de cerveja de licuri, nhoque de banana da terra aromatizado com manteiga noisette de capim limão, um pesto de coentro com quioiô (uma panc – planta alimentícia não C=convencional) e picles de cebola roxa com geleia de umbu. A dupla levou o prêmio de R$ 1 mil e ressaltou o orgulho de utilizar os produtos da agricultura familiar.

“Isso é gastronomia nossa, é da terra, é verdadeira. Nós podemos sim utilizar as técnicas de gastronomia, mas podemos voltar a usar o quioiô, o coentro, as nossas raízes. A gente precisa mostrar ao mundo de onde viemos, de reis e rainhas da África, dos nossos povos originários. Agora, vamos dar um show lá na Feira, mostrar o que a gente já sabe”, comemorou Jonatas Bonfim. 

O corpo de jurados foi composto pela jornalista Georgina Maynart, o gestor da Superintendência da Agricultura Familiar (Suaf), Vinícius Videira, e o chef de cozinha, Caco Marinho, que comentou sobre a importância do uso dos produtos da agricultura familiar: “o concurso ajudou a descobrir, a desvendar uma nova gastronomia baiana. A cozinha baiana tradicional é maravilhosa. Mas, quando a gente vê aplicações desafiadoras do buriti, do quioiô, das pancs, a gente tem a certeza de que a Bahia não é só dendê e mandioca. Tem outros ingredientes fantásticos que são nossos, identitários e afetivos”. 

Agora, as duplas vencedoras apresentarão seus pratos na abertura da Cozinha Show, no dia 14 de dezembro. Na 13ª edição da Feira Baiana da Agricultura Familiar e Economia Solidária, o público terá acesso a mais de 2.200 produtos de 209 empreendimentos da agricultura familiar, de todas as regiões da Bahia, além de Vila Gastronômica e atrações culturais, entre outras ações. 

Fonte: Ascom SDR/CAR