NO ÚLTIMO SÁBADO/ DEZENOVE DE NOVEMBRO/ FOI CELEBRADO O DIA NACIONAL DE COMBATE À DENGUE// A DATA TEM COMO OBJETIVO PRINCIPAL MOBILIZAR INICIATIVAS DO PODER PÚBLICO E A PARTICIPAÇÃO DA POPULAÇÃO PARA A REALIZAÇÃO DE AÇÕES DESTINADAS AO COMBATE AO AEDES AEGYPTI/ POR MEIO DE CAMPANHAS EDUCATIVAS E DE COMUNICAÇÃO SOCIAL// ALÉM DISSO/ A SEMANA DE VINTE E UM A VINTE E SEIS DE NOVEMBRO SERÁ DESTINADA A INTENSIFICAÇÃO DE AÇÕES DE MOBILIZAÇÃO EM COMBATE AO MOSQUITO TRANSMISSOR DA DOENÇA// O PERÍODO FOI ESCOLHIDO DIANTE DA PROBABILIDADE DO AUMENTO DA TRANSMISSÃO DA DENGUE/ CHIKUNGUNYA E ZIKA POR CONTA DO TEMPO CHUVOSO/ QUE SE INICIA NA MAIOR PARTE DO BRASIL EM NOVEMBRO// A DIRETORIA DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA/ DA SECRETARIA DE SAÚDE DO ESTADO/ VAI INCENTIVAR OS MUNICÍPIOS PARA O DESENVOLVIMENTO DE AÇÕES NAS DIFERENTES ESFERAS DE GOVERNO// AS INICIATIVAS DEVEM INCLUIR TAMBÉM O CONTROLE SOCIAL/ JÁ QUE SE TRATA DE UM PROBLEMA DE SAÚDE PÚBLICA DE GRANDE MAGNITUDE E O RISCO AUMENTA COM A PROLIFERAÇÃO DO MOSQUITO TRANSMISSOR// DADOS COLETADOS NO DIA DEZESSEIS DE NOVEMBRO INDICAM QUE EM 2022/ ATÉ A SEMANA EPIDEMIOLÓGICA QUARENTA E CINCO/ FORAM REGISTRADOS TRINTA E QUATRO MIL/ TREZENTOS E NOVENTA E CINCO CASOS PROVÁVEIS DE DENGUE/ DEZESSETE MIL/ OITOCENTOS E TREZE CASOS PROVÁVEIS DE CHIKUNGUNYA E MIL E CINQUENTA E TRÊS CASOS PROVÁVEIS DE ZIKA///

COM INFORMAÇÕES DA SECOM BAHIA/ ANDERSON OLIVEIRA///