A ESTUDANTE LORENA ESTRELA/ DE DEZESSETE ANOS/ QUE CURSA O TERCEIRO ANO DO ENSINO MÉDIO NO COLÉGIO ESTADUAL MARIA ISABEL MELO GÓES/ NO MUNICÍPIO DE CATU/ ESTÁ APRESENTANDO A PESQUISA “EDUCAÇÃO ANTIRRACISTA: A ESCOLA PÚBLICA ENQUANTO ESPAÇO DE (RE)EXISTÊNCIA”/ NA FEIRA CIENTÍFICA TECNOLÓGICA ESCOLAR// A FEIRA FAZ PARTE DO EVENTO “RUTA CIENTÍFICA INTERNACIONAL ESCOLAR”/ QUE TEVE INÍCIO NA QUARTA E SEGUE ATÉ ESTA SEXTA-FEIRA/ NO CHILE/ COM A PRESENÇA DE PROJETOS E INICIATIVAS DE VÁRIOS PAÍSES DA AMÉRICA LATINA// NO MESMO EVENTO/ O DIRETOR DO COLÉGIO/ DELMACI RIBEIRO/ TAMBÉM APRESENTA O DOCUMENTÁRIO “NUPEA: CAMINHOS DE RESISTÊNCIA DO CEMING”/ QUE FOI DESENVOLVIDO PELO NÚCLEO DE PESQUISA E EDUCAÇÃO ANTIRRACISTA/ CRIADO NO COLÉGIO COMO PARTE DAS AÇÕES DO PROJETO// A PESQUISA TEVE O OBJETIVO DE INSERIR O AMBIENTE DE ENSINO COMO ESPAÇO DE RESISTÊNCIA/ E FOI REALIZADA COM RECURSOS DO EDITAL JORGE CONCEIÇÃO/ LANÇADO EM 2021 PELA SEPROMI/ SECRETARIA DE PROMOÇÃO DA IGUALDADE RACIAL DO ESTADO/ EM PARCERIA COM A SECRETARIA DA EDUCAÇÃO DA BAHIA///