Com previsão de ofertar sete mil atendimentos, teve início nesta quinta-feira (22), em Jaguaquara, a Feira Cidadã, ação realizada pela Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab), que oferece serviços gratuitos de saúde e cidadania em uma estrutura montada na Avenida 2 de Julho.

A secretária da Saúde do Estado, Adélia Pinheiro, conferiu o início dos atendimentos de mais essa edição da iniciativa e acompanhou a realização de exames e consultas. Estão sendo ofertados atendimentos oftalmológicos, odontológicos, além de exames como raio-x, ultrassonografia e eletrocardiograma. “É uma parceria com a prefeitura para trazer a saúde mais próxima da população. Desde de março retomamos as atividades da Feira Cidadã, depois de dois anos da ação parada por conta da pandemia”, afirma a Secretária.

Adélia Pinheiro explica que nos serviços de oftalmologia estão sendo ofertadas consultas habituais, rastreio e cirurgia simultânea de catarata e serviço de YAG Laser, que é a limpeza das lentes de quem fez cirurgia de catarata. Além disso, na área de odontologia estão sendo realizados aplicação de flúor, limpeza, restauração, tratamento de canal e cirurgias de baixa complexidade.

A moradora de Jaguaquara Alice de Jesus disse ter encontrado uma grande oportunidade de ter tratamento na Feira de Cidadã. Ela, que foi atendida neste primeiro dia da ação, já saiu com a cirurgia de catarata marcada para esta sexta-feira (23), após passar por exames e consulta médica. “O atendimento aqui foi muito bom e tenho certeza que vou conseguir recuperar a minha visão por completo e voltarei a fazer as minhas coisas, como costurar”, conta ela.

Na Feira, a população também tem acesso ao posto do Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC), onde está sendo realizada a emissão de documento de identidade, CPF e antecedentes criminais. Para acesso aos serviços, os usuários deverão apresentar Cartão SUS, RG, Comprovante de Residência, Comprovante de Vacina contra o Covid-19 e requisição médica para realização de exames de ultrassonografia.

Integração do hospital à rede estadual

Ainda em Jaguaquara, a secretária Adélia Pinheiro assinou, juntamente com a prefeita do município, Edione Agostinone, um termo de compromisso que faz parte do processo de estadualização da gestão do Hospital de Jaguaquara.

Entregue completamente reformado e ampliado em 2020, após investimento superior a R$ 8,1 milhões entre obras e equipamentos, fruto de um convênio entre a prefeitura e o governo baiano, o Hospital Municipal de Jaguaquara deve ampliar ainda mais sua área de atuação com o processo de transferência de sua gestão para a Secretaria da Saúde do Estado.

Segundo a Secretária, o hospital, ao integrar a rede estadual, terá incorporados novos serviços e poderá ampliar o número de procedimentos que são feitos, além de poder realizar cirurgias com mais complexidade. “Nosso compromisso com a regionalização da saúde continua. A nossa ideia é sempre poder oferecer os serviços de saúde sem que o paciente precise se deslocar de sua região. Regionalizar a saúde é deixá-la mais perto da nossa gente”, afirma Adélia.

Fonte: Ascom/Sesab