Desenvolvimento do turismo náutico baiano une Setur-BA e Sebrae
Foto: Setur-BA

O balanço dos primeiros estudos do Circuito Conexões Náuticas, parceria da Secretaria de Turismo do Estado (Setur-BA) com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), foi apresentado a autoridades e empresários do setor, na quinta-feira (4), no Museu do Mar Aleixo Belov, no Centro Histórico de Salvador. O projeto visa promover o desenvolvimento da economia náutica da Bahia e percorreu oito municípios, com o objetivo de identificar as condições de infraestrutura e oportunidades de negócios, associadas a indicadores turísticos.

“O primeiro passo do Governo do Estado foi dotar a Baía de Todos-os-Santos de infraestrutura náutica de padrão internacional. Agora, nessa parceria com o Sebrae, estamos mapeando as potencialidades de outros destinos, para futuras intervenções. Temos mais de mil quilômetros de litoral, que pedem planejamento e projetos que possam incrementar o turismo das águas”, pontuou o titular da Setur-BA, Maurício Bacelar.

Para o empresário Hugo Leonardo Assis, idealizador da Barco Show Eventos, “essa iniciativa é importante para discutirmos o que pode ser posto em prática no setor, como por exemplo, a ideia de uma conexão entre a Baía de Todos-os-Santos e a Baía de Camamu, entre outras possibilidades ”.

“Presenciamos a abertura de perspectivas para que o nosso estado, com suas perfeitas condições para a navegação, seja, no futuro, o maior polo náutico do Brasil”, completou o comodoro do Yatch Clube da Bahia, Francisco Brandão.

Antes de Salvador, o Circuito Conexões Náuticas passou por Caravelas, Alcobaça, Porto Seguro, Santa Cruz Cabrália, Ilhéus, Canavieiras, Cairu e Camamu. A próxima etapa do projeto prevê a identificação de localidades para a instalação de novas marinas e a qualificação de pequenos empresários do setor.

Fonte: Setur-BA