PARA GARANTIR A ESCALA/ A REGULARIDADE DE FORNECIMENTO DE ALIMENTOS E O ACESSO A POLÍTICAS PÚBLICAS/ AGRICULTORES E AGRICULTORAS FAMILIARES DA BAHIA APOSTAM NA ORGANIZAÇÃO DE ESTRUTURAS COLETIVAS/ A EXEMPLO DE COOPERATIVAS E ASSOCIAÇÕES// HOJE/ SÃO MAIS DE TRÊS MIL EMPREENDIMENTOS/ ESPALHADOS POR TODAS AS REGIÕES DO ESTADO/ DE ACORDO COM DADOS DA SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO RURAL// NO MUNICÍPIO DE TANCREDO NEVES/ A COOPATAN/ COOPERATIVA DE PRODUTORES RURAIS DE PRESIDENTE TANCREDO NEVES/ POSSUI TREZENTOS E QUARENTA E CINCO ASSOCIADOS E BENEFICIA DIRETAMENTE MIL TREZENTAS E OITENTA PESSOAS// A ENTIDADE TRABALHA PRINCIPALMENTE COM O BENEFICIAMENTO DA MANDIOCA E DA BANANA/ E POSSUI UMA UNIDADE AGROINDUSTRIAL// A COOPATAN RECEBE APOIO DO ESTADO DA BAHIA/ POR MEIO DO PROJETO BAHIA PRODUTIVA/ QUE INVESTIU TRÊS MILHÕES E SEISCENTOS MIL REAIS NA REQUALIFICAÇÃO DA UNIDADE DE BENEFICIAMENTO DE MANDIOCA/ BANANA E MILHO/ LEVANDO MELHORIAS E EQUIPAMENTOS PARA A AGROINDÚSTRIA/ QUE FICA NA LOCALIDADE DE MOENDA// A COOPERATIVA SE TORNOU REFERÊNCIA PARA O DESENVOLVIMENTO DA REGIÃO E HOJE EMPREGA DIRETAMENTE VINTE E DUAS PESSOAS/ ALÉM DE GERAR DEZENAS DE EMPREGOS INDIRETOS///

COM INFORMAÇÕES DA SECOM BAHIA/ ALEXANDRE SANTANA///