A PRODUÇÃO MINERAL BAIANA COMERCIALIZADA DE JUNHO DESTE ANO ALCANÇOU UM BILHÃO E DUZENTOS MILHÕES DE REAIS/ UM CRESCIMENTO DE OITENTA E NOVE VÍRGULA VINTE E NOVE POR CENTO EM RELAÇÃO AO MESMO PERÍODO DO ANO PASSADO/ QUE FOI DE SEISCENTOS E TRINTA E CINCO MILHÕES// O MUNICÍPIO DE ITAGIBÁ/ ONDE A MINERADORA ATLANTIC NICKEL PRODUZ E EXPORTA NÍQUEL SULFETADO/ FOI O DESTAQUE NO MÊS COM TRINTA E NOVE POR CENTO DE PARTICIPAÇÃO/ SEGUIDO POR JACOBINA E JAGUARARI// JÁ A ARRECADAÇÃO DA COMPENSAÇÃO FINANCEIRA PELA EXPLORAÇÃO MINERAL BAIANA FOI DE VINTE E UM MILHÕES E SETECENTOS MIL REAIS/ ONZE VÍRGULA DOIS PONTOS PERCENTUAIS MAIOR QUE EM MAIO// O ESTADO FICOU COM TRÊS MILHÕES E DUZENTOS MIL REAIS/ ENQUANTO OS MUNICÍPIOS FICARAM COM TREZE MILHÕES// AS INFORMAÇÕES CONSTAM NO SUMÁRIO MINERAL DIVULGADO PELA SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO// DE ACORDO COM O CAGED/ CADASTRO GERAL DE EMPREGADOS E DESEMPREGADOS/ ATUALMENTE A BAHIA TEM EM ESTOQUE QUATORZE MIL E TREZENTOS EMPREGOS FORMAIS NA EXTRAÇÃO DE MINERAIS METÁLICOS/ NÃO METÁLICOS E ATIVIDADES DE APOIO/ EXCETO PETRÓLEO E GÁS///

COM INFORMAÇÕES DA SECOM BAHIA/ ANDERSON OLIVEIRA///