Barragem do Catolé abastecerá municípios do sudoeste; obras seguem com investimento de R$ 170 milhões
Foto: Manu Dias/GOVBA

Na tarde deste sábado (11), após cumprir agenda no município de Anagé, onde assinou ordens de serviço para o início de um pacote de obras em diversas áreas, o governador Rui Costa fez um sobrevoo e visitou as obras da Barragem do Rio Catolé para acompanhar o andamento dos trabalhos. A construção conta com um investimento de mais de R$ 170 milhões do Governo do Estado, e tem como objetivo garantir a segurança hídrica para as cidades de Vitória da Conquista, Belo Campo e Tremedal. A obra está sendo executada pela Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), vinculada à Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS).

De acordo com o governador, a construção deverá ficar pronta no próximo ano. “Atualmente, a obra está na fase de subida do paredão de concreto, que servirá para o barramento da água. É um investimento total de quase R$ 180 milhões, incluindo ainda uma adutora e uma estação de tratamento. A barragem do Catolé resolverá o problema de abastecimento de água de Vitória da Conquista pelos próximos 70 anos, e beneficiará também o município de Barra do Choça, onde a barragem de Água Fria II poderá ser utilizada, posteriormente, para a irrigação”, explicou.

A barragem do Catolé fica no sentido da confluência do Rio Catolé com o Ribeirão Água Fria, formando o Rio Catolé Grande. O equipamento possibilitará o armazenamento de 23,4 bilhões de litros de água, volume quatro vezes maior do que a capacidade de armazenamento da barragem de Água Fria II. O reservatório ocupará uma área total de drenagem da bacia hidrográfica de 761 quilômetros quadrados de espelho d’água de 160 hectares, com altura do vertedouro de 53 metros e volume máximo normal de 23,73 bilhões de litros (23,73 hectômetros cúbicos) e vazão regularizada de 670 litros por segundo.

Visita

Ainda em Vitória da Conquista, o governador visitou as instalações do 9º Batalhão de Ensino, Instrução e Capacitação (BEIC), da Polícia Militar da Bahia (PMBA), onde será construída pelo Governo do Estado uma Areninha Society, com instalação de grama sintética na área do Ginásio Raul Ferraz. O investimento será de mais de R$ 1 milhão.