Arlindo Barbosa Pacheco, 21 anos, foi preso com três pedras grandes de crack, uma porção de cocaína, uma balança de precisão, R$ 22 e um celular. Flagrado na 2ª Travessa Manoel Rangel, no bairro de Ondina, em Salvador, por policiais militares da Operação Gêmeos, ele foi conduzido ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), na  segunda-feira (12).

O criminoso já responde pelo latrocínio do médico Marcos Spínola Ramos, ocorrido em 2013, durante o Carnaval. De acordo com o delegado Marcelo Sansão, titular da 1ª Delegacia de Homicídios (DH/Atlântico), ele também responde pelo assassinato de André Luis da Silva Araújo, em 29 de janeiro de 2012, em Ondina. A vítima integrava uma quadrilha de traficantes rivais. 

O suspeito foi autuado por tráfico de drogas e encaminhado ao Núcleo de Prisão em Flagrante (NPF), no Complexo Penitenciário da Mata Escura. O médico Marcos Spínola foi morto por espancamento na madrugada de 9 de fevereiro de 2013, em Ondina, após sair de um camarote, no Circuito Barra. O médico tentou recuperar uma corrente de ouro roubada de um primo, que o acompanhava, e acabou espancado.