O secretário estadual de Desenvolvimento Urbano, Carlos Martins, participou nesta terça-feira (20) de uma reunião com a equipe da Diretoria do Centro Antigo de Salvador (Dircas) responsável pela criação do projeto de um Fundo de Investimento Imobiliário (FII) para o Centro Antigo de Salvador. Esta é mais uma ação do Governo do Estado para a reabilitação da região, desta vez, por meio da captação de recursos de investidores privados com o objetivo de recuperar imóveis degradados e reinseri-los na dinâmica imobiliária da cidade.
A proposta é mais um passo no sentido de recuperar o tecido urbano de importância histórica, estimulando o investimento privado e atraindo novos moradores e negócios para o local. “O Estado, como indutor de revitalização do Centro Antigo, vai gerar uma nova dinâmica para a área, abrindo o espaço para novos empreendimentos imobiliários”, afirmou o secretário.
De acordo com Martins, é fundamental a integração dessa iniciativa a outras ações do governo nas áreas de infraestrutura urbana e mobilidade, a exemplo do metrô, do sistema de Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), que vai requalificar o Sistema Ferroviário da Calçada-Paripe, e da pavimentação e requalificação de mais de 200 vias na área do Centro Antigo, com obras previstas para serem iniciadas em março.
Ele também destacou as ações voltadas para a população vulnerável, referindo-se aos projetos elaborados pela Dircas que já disponibilizaram 212 novas moradias na região para servidores públicos e antigos moradores. Estão em análise propostas para construção de aproximadamente mil moradias destinadas às famílias em situação de risco. 
Presente ao encontro, o procurador geral do Estado, Paulo Moreno, destacou a participação da Procuradoria Geral (PGE) no acompanhamento das etapas de elaboração do projeto. Compaceram ainda representantes da Casa Civil, da Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz-BA) e da Secretaria da Administração (Saeb).