Diversão e chocolate, a combinação é a marca registrada do V Festival Internacional do Chocolate e Cacau, em Ilhéus. O evento, que acontece até o próximo domingo (7), no Centro de Convenções Luis Eduardo Magalhães, conta com a participação da Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA), empresa vinculada à Secretaria da Agricultura (Seagri), que destaca em seu estande as políticas e ações de fortalecimento da agricultura familiar no estado, em especial, na região Sul da Bahia.

Este ano, a quinta edição do Festival surpreendeu com a realização da I Feira dos Municípios. A novidade é um conjunto de estandes dentro do evento que demonstra outras culturas produzidas na região cacaueira, onde a EBDA apresenta as cadeias produtivas da fruticultura, mandiocultura, seringa, dendê, apicultura, bovinocultura e artesanato.

Para o chefe do escritório da EBDA em Ilhéus, Luciano Anunciação, é fundamental garantir a inclusão dos agricultores familiares em eventos dessa natureza. “Temos uma grande extensão e potencial agrícola na região e muitas famílias com vontade de produzir no campo”, destacou ele.

Mais de 40 especialistas da EBDA estarão de plantão diariamente no Festival. Os técnicos esclarecem as dúvidas dos visitantes e mostram as novidades do setor agropecuário. “Cada cadeia produtiva ocupa um estande montado e ornamentado no Centro de Convenções, de acordo com a cultura abordada”, explica Anunciação.

Durante os cinco dias do evento serão realizados seminários, palestras e debates. Estão programados também a realização de shows musicais e apresentações artísticas, além de Fórum da Cacauicultura e a Cozinha Show com chefs renomados, palestras, workshops, minicursos, shows, rodada de negócios reunindo mais de 20 marcas de chocolate.