Nos últimos quatro anos, a adesão de netos de servidores ativos e inativos ao Sistema de Assistência à Saúde dos Servidores Públicos Estaduais (Planserv) aumentou em mais de 2 mil por cento. Dos atuais 470 mil beneficiários da assistência, 47 mil (10% do total) são netos de servidores titulares – ativos e inativos.

Hoje, o número de netos é 10% maior que o registrado no mês de julho do ano passado. O dado representa, em um ano, o ingresso de cinco mil netos na assistência mantida pelo Planserv, o que equivale a adesão mensal de mais de mais de 400 pessoas.

“O Planserv tornou-se uma assistência sólida, uma excelente alternativa para o servidor público e seus familiares. Dispomos de mais de 1,5 mil prestadores de saúde, inclusive credenciamos os principais hospitais de grande porte da Bahia”, afirma a coordenadora-geral do Planserv, Sônia Carvalho.

O ingresso de netos no Planserv ocorre desde 2009, quando foi sancionada a lei estadual 11.615/2009 que ampliou o benefício. “O equilíbrio financeiro conquistado pelo Planserv consolidou as bases necessárias para que estendessemos o benefício a um número maior de pessoas”, observa o titular da Secretaria da Administração (Sesab), Manoel Vitório, órgão estadual ao qual o Planserv é vinculado.

A inclusão de netos de titulares como agregados pode ser solicitada desde que o neto tenha menos de 35 anos e não preencha os requisitos para ser titular do plano. Basta que o servidor titular comprove a relação de parentesco, apresentando a certidão de nascimento do neto e o seu RG em um posto do Planserv nos SAC’s.

A contribuição do titular com cada neto varia de R$ 39,05 a R$ 124,49, a depender da idade do beneficiário e do tipo de plano escolhido (básico ou especial). Outras informações podem ser obtidas pelo call center do Planserv, no 0800 56 6066.