A partir desta segunda-feira (5), de segunda a sexta-feira, sempre às 22h, a TVE Bahia exibe a série inédita Histórias do Brasil, uma coprodução da TV Brasil com a Conspiração Filmes, que em dez episódios, mesclando ficção e documentário, pretende mostrar ao espectador um país desconhecido da maioria dos brasileiros.

São docudramas, de 25 minutos cada, que narram fatos ocorridos desde o primeiro contato dos índios com europeus, passando pelo cotidiano dos escravos no engenho, a cobiça pelo ouro, a guerra pelo açúcar, a Guerra do Paraguai, o Estado Novo e a construção de Brasília. A produção também marca parceria inédita com a Revista de História da Biblioteca Nacional (RHBN) e com Catarina Poiares Baptista (Film Works).

A série foi filmada no segundo semestre de 2010, nas cidades do Rio de Janeiro e de Paraty. No elenco, estão nomes reconhecidos como Antônio Pompeu, Paulo Reis e Pedro Brício. A equipe traz profissionais com extensos currículos na produção audiovisual, a exemplo de Gustavo Hadba (diretor de fotografia), Helcio Pugliese (diretor de arte), Ana Avellar (figurinista) e João Nabuco (trilha sonora).

Para tornar mais reais as cenas de ficção e garantir a fidelidade histórica, uma equipe de historiadores da Revista de História da Biblioteca Nacional colaborou com o roteiro, a direção de arte e o figurino. A direção é de Arthur Fontes (dos longas Surf Adventures e Pode Crer e da série Mandrake) e a pesquisa histórica é de responsabilidade da equipe da RHBN, sob coordenação de Luciano Figueiredo, editor da publicação. Renato Fagundes e Leandro Assis assinam os roteiros.

Narrativas

Os entrevistados são professores e historiadores que fazem parte ou foram indicados pelo Conselho Editorial da Revista de História da Biblioteca Nacional -Alberto da Costa e Silva, Eduardo Viveiros de Castro, Mary Del Priore e Lilia Schwarcz. Além dos acontecimentos históricos analisados pelos entrevistados, cada episódio mostra também o dia a dia e os costumes das pessoas na respectiva época. As narrativas dramáticas são construídas a partir de uma rigorosa pesquisa, e reproduzem fielmente os hábitos, as tecnologias e as formas de relacionamento de cada período.

Para Arthur Fontes, a consultoria dos historiadores foi importante para reiterar o compromisso com a veracidade dos fatos. “A nossa intenção é produzir uma série com um rigor tanto histórico quanto estético, raros de ver na programação das nossas TVs. Um programa educativo, mas num formato absolutamente original, e com o aval dos melhores historiadores do país”.

Sinopse do primeiro episódio

Antes do Brasil – Mostra a necessidade e a fragilidade das relações humanas na nova terra. Acreditando tratar-se de um francês, um grupo de índios Tupinambás prende o alemão Franz Hassen. Como os franceses são considerados inimigos da tribo Tupinambá, o alemão pode ser devorado pelos índios. A única saída para Franz é convencer Pero Dias, um português ganancioso, que vive entre os índios, a desfazer a confusão.

O antropólogo e professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Eduardo Viveiros de Castro, esclarece dúvidas relativas a antropofagia, prática comum aos índios, na época. Segundo o professor, eles se alimentavam somente de prisioneiros de guerra, para captar a força do inimigo. A disputa por riquezas naturais e pela honra permeia a história de um povo feito de pessoas muito diferentes, e isso é visível neste primeiro capítulo.

Toda a programação da TVE Bahia pode ser acompanhada em tempo real pelo portal do Irdeb