Lourival Rocha Santos, o ‘Chupa-Cabra’, acusado de ser o autor de um duplo homicídio na região do Arenoso, no dia 18 de agosto deste ano, e de provável participação em um quádruplo homicídio no mesmo bairro, foi apresentado à imprensa, na manhã desta terça-feira (20), pelo delegado Guilherme Machado, titular em exercício da 11ª Delegacia Territorial (DT) – Tancredo Neves. Os dois crimes estão sendo investigados pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

O criminoso foi preso por uma equipe da Rondesp Central, no final de linha do Arenoso, na tarde da segunda-feira (19), e encaminhado à 11ª DT. Os policiais militares realizavam uma ronda de rotina no bairro quando Lourival passava, que se entregou logo após ter sido abordado. Com ‘ele foi encontrado uma pistola calibre 380, de numeração raspada, e um carregador com 15 munições intactas. Um mandado de prisão temporário já estava expedido em seu nome.

O duplo homicídio do qual é acusado aconteceu na Rua Direta do Arenoso e vitimou Gilvan Costa da Silva, 22 anos, e Gilvan Santos Souza, 26. O motivo foi vingança, já que pertenciam a um grupo rival e depuseram na delegacia contra o grupo do qual ‘Chupa-Cabra’ faz parte. Os dois foram atingidos por diversos disparos e morreram no local.

Investigações indicam que Lourival pertence à quadrilha liderada por Kleber da Souza Silva, conhecido como ‘Quel’, que se encontra preso.