A Bahia é o sexto estado mais rico do Brasil. Com atuação importante na indústria, mineração, agropecuária, turismo e serviços, o estado responde por 36% do PIB da região Nordeste. O crescimento no comércio, na geração de emprego, nas exportações e as novas perspectivas oferecidas, principalmente pelo Governo do Estado, contribuiu para o avanço da economia baiana.

Para falar mais sobre este assunto, a atual situação econômica do país, e ainda sobre o Sétimo Encontro da Economia Baiana, realizado este mês em Salvador, a TV Seplan (disponível no site da Secretaria do Planejamento e no Youtube) conversa com Gustavo Pessoti, economista, professor e diretor de Indicadores e Estatísticas da Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), autarquia vinculada à Secretaria Estadual de Planejamento.

A Bahia acumulou um crescimento na sua atividade econômica de 2,8% no primeiro semestre deste ano, em comparação com o mesmo período de 2010 e todos os setores contribuíram de forma positiva para este resultado.

Destaque nacional

De acordo com Gustavo Pessoti, a economia baiana continua crescendo e se destacando no cenário nacional, sendo também uma economia internacionalizada. “Apesar do momento de cautela mundial, a Bahia apresentará este ano um saldo positivo, em sintonia com o crescimento do país”, garante Pessoti.

Sobre o encontro da Economia Baiana, Gustavo Pessoti define como o espaço mais democrático que se tem na Bahia. Segundo ele, um fórum qualificado para discutir questões da estrutura produtiva e outras também importantes, para que o Estado e Academia possam pensar e refletir em alternativas e soluções.

“A economia baiana não cresce apenas por inércia, porque todo mundo está crescendo, mas pelas políticas que estão sendo realizadas. O Governo está pensando estrategicamente em todos os setores; a política industrial está sendo revista e a Bahia tem se repensado e se replanejado, com aumento na participação do cenário nacional, com a implantação de novos setores de tecnologia e novas universidades federais, apresentando um ganho na economia do país”, diz Pessoti.

A TV Seplan é uma iniciativa da Secretaria do Planejamento que visa dar transparência aos fatos e dados recentes do planejamento no estado e pretende evitar distorções conceituais, técnicas e analíticas sobre estudos, pesquisas e tendências relacionadas à economia baiana.