A Chapada Diamantina volta a se transformar no cenário do maior evento de ciclismo da América Latina, a partir da próxima sexta-feira (23), quando iniciará a II Edição do Brasil Ride. Centenas de atletas de diversos países terão como base, pela segunda vez, as cidades de Mucugê e Rio de Contas.

A competição continuará até o dia 29 deste mês e tem apoio da Secretaria do Turismo do Estado da Bahia (Setur) e Bahiatursa. O evento esportivo reunirá 400 competidores, que disputarão a prova em duplas distribuídas por quatro categorias – open masculino, feminino, misto e máster (apenas para atletas acima de 40 anos de idade).

Segundo os organizadores da prova, a região foi escolhida novamente para sediar a ultramaratona devido ao sucesso da primeira edição. De acordo com o idealizador da competição, Mário Roma, a natureza e a comunidade são os dois motivos para a realização do Brasil Ride na Chapada Diamantina. “As trilhas da Chapada são as melhores que conheço, no mundo, e o calor do povo baiano não tem igual”.

Nos sete dias do evento, os atletas percorrerão aproximadamente 585 quilômetros entre serras, vales e rios nas trilhas da região. Para receber os competidores, os organizadores estão montando grande estrutura em frente a um dos principais cartões postais de Mucugê, o cemitério bizantino. No local, ficará um acampamento, com barracas individuais para os atletas, imprensa e staff. O material – colchões novos e as barracas – será doado à comunidade após o término da competição.