A Secretaria da Educação do Estado da Bahia, por meio da coordenação do programa Todos pela Alfabetização (Topa), participa do Encontro Nacional de Educação de Jovens e Adultos (Eneja), que começa nesta terça-feira (20) e prossegue até sexta (23), em Salvador, com a presença de aproximadamente 600 delegados de todo o país. O evento, segundo a coordenadora do Topa, Elenir Alves, é uma oportunidade para se discutir e refletir sobre a política de Educação de Jovens e Adultos (EJA).

“Esse encontro, para nós, como representantes da Secretaria da Educação do Estado, tem uma importância grande porque vai abordar uma dívida antiga que a Bahia tem com essa modalidade de ensino”, afirma Elenir, que é também uma das fundadoras do Fórum de EJA Bahia. A principal política do EJA, na Bahia, se materializa pelo programa Topa, que, desde a implantação em 2007, já alfabetizou 841 mil pessoas em todo o estado. Atualmente, são 1.311 mil alunos em sala de aula.

A mesa de abertura do encontro será às 19h do dia 20, com a presença de representantes do Ministério da Educação, do Governo da Bahia, da Secretaria da Educação do Estado, da Secretaria de Educação e Cultura Esporte e Lazer de Salvador, do Instituto Federal Baiano, da Universidade do Estado da Bahia e da Universidade Federal da Bahia. Participarão ainda representações dos Fóruns de EJA, de educadores e alunos de EJA e do Movimento de Alfabetização de Jovens e Adultos (Mova/Bahia).