Em nota divulgada na tarde desta segunda-feira (12), a Secretaria da Segurança Pública do Estado (SSP) informa que a Corregedoria da Polícia Militar e o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil estão apurando as circunstâncias do assassinato do investigador Domingos Ramos Soares. Na madrugada desta segunda, nas proximidades da sede da Superintendência de Trânsito e Transporte do Salvador (Transalvador), no Vale dos Barris, o sargento Carlos Alberto Souza dos Santos, pertencente ao Grupamento Aéreo da Polícia Militar (GRAER), atirou no investigador, que era lotado na Delegacia de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR).