Mais de 600 agricultores familiares da Rede Gavião – uma central de negócios apoiada pelo governo estadual, por meio da Secretaria de Desenvolvimento e Integração Regional (Sedir) e localizada no município de Condeúba, no sudoeste do estado – têm agora os resultados de seu esforço e produção representados na Exposição Agropecuária e Feira de Negócios (Expofenita 2011), que acontece até domingo (2), no Parque de Exposição Antônio Setenta, em Itabuna.

A iniciativa integra a política de apoio à comercialização de pequenos produtores rurais, que vem sendo desenvolvida pelo Governo do Estado, com o objetivo de fortalecer a agricultura familiar e ampliar a cadeia produtiva, com foco principal nas áreas mais carentes do semiárido baiano, no âmbito do Programa Gente de Valor.

Formada por associações e cooperativas, a Rede Gavião tem empreendido um importante papel junto aos agricultores, apoiando-os em aspectos fundamentais relacionados à gestão de cooperativas, capacitação, comercialização, assistência técnica, elaboração de projetos e ações ambientais. A central tem também incentivado o fortalecimento dessas organizações, das ações de gênero e inclusão de jovens, além de fomentar programas de inclusão social que possam resgatar a cidadania do homem do campo.

Para a representante da Cooperativa de Produtores da Mandioca e Derivados (Cooperman), Clarice Moitinho Santos, da Unidade Comunitária de Bela Vista, no município Belo Campo, os produtos que vendem são diferenciados. A entidade integra o conjunto de unidades formais da região do Rio Gavião.

“Estamos felizes, porque temos a oportunidade de mostrar na Expofenita a higiene e qualidade do que produzimos. Temos certeza que a partir do apoio da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR) seremos capazes de competir em qualquer mercado em condições de igualdade”, disse Clarice. Atualmente, as cooperativas atuam em 13 municípios do Território de Vitória da Conquista e dois do Território do Sertão Produtivo, possuindo em sua rede de fabricação produtos ligados às cadeias da cana-de-açúcar, mandioca, leite, mel e café.