Durante a comemoração dos 10 anos da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (Fapesb), nesta quinta e sexta-feira (25 e 26), a Central de Laboratórios (CLA), órgão da Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA), fará demonstrações de algumas das atividades desenvolvidas nos seus laboratórios, como abelha, com seus produtos e derivados; classificação de sementes e grãos e análise de solos. Também serão doadas publicações técnicas e expostos, nos banners, pesquisas e serviços da CLA.

Em 2010, a empresa vinculada à Secretaria de Agricultura, Irrigação e Reforma Agrária (Seagri) passou a contar com 647 bolsistas, em 9 Territórios de Cidadania e em Salvador, por meio do Programa Pacto Federativo, resultado do convênio entre o Ministério de Desenvolvimento Agrário (MDA), EBDA e Fapesb.

Com essa estrutura, a EBDA é, hoje, a empresa de maior abrangência e cobertura no estado, com a missão de preservação ambiental, de convivência com o semiárido, e de desenvolvimento tecnológico, social e educativo voltado para o homem do campo.

Grande parceira da EBDA, a Fapesb, criada através da Lei nº 7.888, de 27 de agosto de 2001, exerce um importante trabalho de apoio a pesquisas científicas, tecnológicas e de inovação. A fundação está vinculada à Secretaria de Ciência e Tecnologia do Estado da Bahia (Secti). Desde sua inauguração, a Fapesb já apoiou mais de 7,4 mil projetos de pesquisa, concedeu mais de 36,7 mil bolsas de estudo e, desde a criação da Diretoria de Inovação em 2008, conseguiu estreitar laços com importantes parceiros e com a sociedade.