03/07/2019 - 13:31

Aplicativo permite que agricultores familiares avaliem ações do Pró-semiárido

Agricultores familiares e jovens comunicadores atendidos pelo Pró-Semiárido, projeto executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), passam a contar com um aplicativo gratuito para avaliar e opinar sobre as ações desenvolvidas em suas comunidades.

A ferramenta intitulada Olhar do Beneficiário está disponível para download na Play Store. Para acessar o aplicativo e se cadastrar, o beneficiário do projeto deverá digitar o CPF e automaticamente terá seus dados exibidos. A partir daí, será possível enviar textos, áudios, fotos e vídeos que mostrem o impacto da ação do Pró-Semiárido nas comunidades.

O aplicativo tem o desafio de envolver, de forma voluntária, as pessoas que estão sendo beneficiadas pelo projeto na sistemática do monitoramento e avaliação do que está sendo realizado em ações e investimentos em suas comunidades, bem como o nível de avaliação de serviços, a exemplo do trabalho da assistência técnica e extensão rural (Ater).

As informações inseridas pelos agricultores e pelas agricultoras permitirão que a equipe gestora do projeto tenha mais informações e possa, por exemplo, enviar mensagens diretamente para um grupo de interesse específico ou individualmente para um beneficiário e contribuirá para a coleta de dados de pequenos questionários para censo e diagnósticos.

Para a assessora de Monitoria e Avaliação do Pró-Semiárido, Carla Ferreira, o aplicativo é uma inovação e contribuirá para que os beneficiários possam fazer um controle social mais efetivo das ações do projeto: “Esse aplicativo insere na prática os beneficiários no monitoramento e avaliação, de forma participativa e colaborativa no alcance dos objetivos do projeto e de seus resultados, contribuindo para melhor execução em campo, de forma eficiente e eficaz”.


Sobre o projeto

O Pró-Semiárido atua em 543 comunidades rurais de 32 municípios do Semiárido baiano. O objetivo é promover o desenvolvimento rural baseado em princípios agroecológicos, com inclusão produtiva, geração de emprego e renda. A construção de sistemas de abastecimento de água, agroindústrias, a assistência técnica e extensão rural (Ater), a formação técnica para produtores e a atuação em redes de cooperação socioprodutiva, estão entre as ações previstas no projeto, já em execução, a partir de demandas apresentadas pelas comunidades rurais.

O Projeto Pró-Semiárido é parte integrante de um conjunto de compromissos do Estado para seguir avançando na erradicação da pobreza, levando serviços e investimentos diretamente para a população, a partir de um acordo de empréstimo firmado com o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA), da Organização das Nações Unidas (ONU).


Fonte: Ascom/ SDR