Projeto Polícia Acreditando na Inclusão Social
Foto: Divulgação/SSP

Nove medalhas de ouro, quatro de prata e outras quatro de bronze foram conquistadas pelos alunos do Projeto Polícia Acreditando na Inclusão Social (PAIS), da 5ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Vera Cruz), durante o Torneio Mundial de Jiu-Jítsu, ocorrido no domingo (12), no ginásio da Associação Atlética Banco do Brasil (AABB), em Salvador.

O projeto assiste 65 crianças e adolescentes com idades de 10 a 16 anos em situação de vulnerabilidade social, que vivem na cidade de Vera Cruz, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). Na base do Pelotão de Emprego Tático Operacional (PETO) da unidade, os alunos aprendem técnicas de Jiu-Jítsu, do nível básico ao avançado. Vinte e um deles estavam aptos para competir e puderam participar do evento deste final de semana.

“Foi um show, o próprio mestre se sagrou campeão, medalha de ouro. Foi uma tarde de vitória para a 5ª CIPM, para a polícia e para a sociedade baiana como um todo. Estamos pegando crianças vulneráveis, que teriam chance de ingressar no crime, e que estão se tornando atletas campeões”, comentou o comandante da unidade tenente coronel Ricardo Freitas.

Os participantes do projeto contam com o apoio da Prefeitura Municipal de Vera Cruz e outras entidades. Lá, eles também aprendem lições de valores, respeito a hierarquias e disciplina.

“Foi sensacional. Diante do pouco tempo que tivemos para treinar, superamos as expectativas. Trouxemos 17 medalhas. A expectativa é participar dos campeonatos baianos, pan-americanos, sul-americanos e mundial em 2022”, revelou o coordenador do projeto e professor, cabo Wellington Silva dos Anjos.

Fonte: Ascom/Secretaria de Segurança Pública (SSP)