Em seu primeiro compromisso na Ásia, na missão internacional que começou na última segunda-feira (18), o governador Rui Costa chegou à cidade de Nursultan, capital do Cazaquistão, onde apresentou oportunidades de negócios na Bahia a autoridades do país. Nesta quarta-feira (20), Rui esteve nos ministérios das Relações Exteriores, do Comércio e Integração e foi recebido pela agência oficial de investimentos e estímulo à exportação, a Kazakh Invest.

O objetivo é aumentar os investimentos do Cazaquistão, que já tem negócios na Bahia, nos setores de mineração e transporte. O país asiático já investe na Bahia, com uma mina de minério de ferro em Caetité, a construção da Ferrovia Oeste Leste (Fiol) e o Porto Sul, em Ilhéus, num total que pode chegar a R$ 15 bilhões. Por outro lado, o país também tem uma posição estratégica na Ásia Central, localizado entre a China e a Rússia, e pode ser um mercado a ser explorado por empresas exportadoras baianas. A comitiva baiana também foi recebida pelo ministério do Comércio e Integração, responsável pela política comercial cazaque.

As negociações iniciadas hoje visam estabelecer uma via de comércio direto entre a Bahia e o Cazaquistão, com potencial para exportação de produtos do agronegócio baiano, como grãos, frutas e cacau, que atualmente chegam ao Cazaquistão de forma indireta. No último compromisso na capital, Rui apresentou oportunidades da economia baiana para a agência de fomento a exportações e investimentos do Cazaquistão, a Kazakh Invest. Além da Bahia, o governador destacou o potencial do Nordeste, com nove estados e 54 milhões de habitantes.