Com uma suspeita de fratura no joelho causada por um acidente de moto, Cristiane Santos Cerqueira, de 32 anos, foi atendida no Hospital Geral Ernesto Simões Filho, em Salvador, e nesta sexta-feira (17), foi a paciente a realizar o exame de número 2 milhões nos serviços da Parceria Público-Privada (PPP) de Imagem na Bahia. Desde o início da implantação do serviço em 2016, a iniciativa do Governo do Estado, em parceria com a Rede Brasileira de Diagnóstico (RBD), atua em 11 hospitais estaduais e ampliou a capacidade de atendimento à população, reduziu custos e promoveu melhorias nos serviços prestados, como a maior precisão do diagnóstico e agilidade na entrega dos resultados.

A secretária estadual da Saúde em exercício, Tereza Paim, que acompanhou este momento, deu a boa notícia para o paciente. “Hoje é uma honra imensa poder garantir a população o acesso a exames tão complexos como o de ressonância. Seguimos trabalhando para levar a saúde para quem mais precisa”, comemorou a secretária.

“Para mim, é muito gratificante conseguir um exame como esse. Se eu fosse pagar, eu gastaria R$ 700 fazendo particular”, completou Cristiane, que também aproveitou para agradecer aos profissionais da unidade.

Desde o início da PPP de Imagem, já foram investidos mais de R$ 120 milhões entre obras e aquisição de equipamentos, tais como ressonância magnética, tomógrafos, raios-x e mamógrafos. Com resultados expressivos, os exames de ambulatório são laudados no máximo em 48 horas, enquanto os exames de urgência e emergência, em no máximo uma hora. “Isso é mais ágil do que em qualquer clínica ou hospital privado”, ressalta a secretária.

Cenário

Em 2015, havia apenas duas ressonâncias públicas no Estado. Atualmente são 26, sendo 6 da PPP e as outras vinte instaladas em policlínicas. Nos próximos 6 meses, outras quatro ressonâncias entrarão em operação com a inauguração de novas policlínicas. Além disso, o melhor tomógrafo do Norte-Nordeste está instalado no Hospital Geral Roberto Santos (HGRS), com 256 detectores. Também são feitas ressonância e tomografia cardíaca, angiotomografia e angioressonância.

Para o presidente da RBD, Stelliu Rebello Espinheira, os avanços são possíveis graças à parceria com o Governo do Estado. “A PPP está ampliando a oferta de serviços e exames com eficiência, qualidade e segurança para médicos e pacientes”, destaca Espinheira, ao citar que somente nos últimos 30 dias foram contabilizados 30 mil exames de imagem realizados em unidades de rede estadual.

Outro resultado favorável da parceria foi a implantação da Central de Laudos, que permite a realização de laudos através de telerradiologia, operando 24 horas por dia. Na Central Remota de Laudos, uma equipe qualificada de radiologistas permanece de plantão 24 horas por dia, durante toda a semana, para emitir laudos às 11 unidades contempladas pela PPP no estado.

Fonte: Ascom/ Sesab