Indústria

Nos últimos 12 meses, a indústria baiana teve saldo positivo ao gerar mais de 39,5 mil empregos. Já no acumulado de janeiro a junho de 2021, o saldo também foi favorável para o segmento, com a geração de 22,4 mil postos de trabalho. Até junho deste ano, 30 empresas foram incentivadas pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), o que resultou no aporte de R$ 139 milhões em investimentos privados. O mesmo período teve o melhor resultado na produção física da indústria baiana mensal e esses dados constam do Informe Executivo da Indústria de julho, divulgado pela instituição.

“Esses dados presentes no Informe da Indústria, divulgado pela SDE, confirma que ao promovermos o desenvolvimento, impulsionamos a modernização da indústria baiana. Estamos no meio do segundo semestre de 2021 e cada vez mais confirmamos que seguimos no caminho certo ao gerar empregos, aumentar a renda local para combater a desigualdade social em diversos municípios da Bahia”, destaca o secretário de Desenvolvimento Econômico, Nelson Leal.

Ainda em junho, as maiores taxas de crescimento foram observadas nos setores de Informática (92,8%), seguido dos setores de Couro e Calçados (78,7%) e Outros Produtos Químicos (12,6%). Já o segmento que mais gerou empregos foi o de Couro e Calçados, ao promover 1 mil postos de trabalhos, seguido pelo de Coque, 408, Têxtil, 387, Produtos Alimentícios, 320, Metal, exceto Máquina e Equipamentos, 162, e Minerais não-metálicos, com a geração de 138 postos de trabalho.

Comércio ExteriorJaneiro a julho 2021 

Analisando as exportações e importações desse segmento, observa-se que o valor, em Dólar FOB, das exportações de produtos industrializados baianos subiu 11,10%, de janeiro a julho de 2021, na comparação com o mesmo período do ano anterior. De acordo com a SEI, os produtos dos segmentos em destaque positivo foram os Minerais: aumento de 137% no valor exportado, de US$ 152 milhões em 2020 para US$ 360 milhões em 2021, Calçados: aumento de 102% do valor exportado, passando para US$ 29 milhões em 2021 ante US$ 14 milhões em 2020 e Carne: aumento de 86% no valor exportado, de US$ 12 milhões em 2020 para US$ 22 milhões em 2021.


Já a importação nesse período teve o aumento no valor das importações de combustíveis (+141,33%), bens de consumo duráveis (+48,44%), bens Intermediários (+38,06%) e bens de consumo não duráveis (+9,15%). Equipamentos de Informática foi o segmento que obteve destaque da Produção Física Industrial em junho de 2021. O segmento de Informática/Eletroeletrônico está espalhado por boa parte do interior do estado baiano, em territórios como Costa do Descobrimento, Litoral Sul, Metropolitano de Salvador e Portal do Sertão. O Estado vem incentivando o segmento, atraindo importantes empresas âncoras, como Pacific Indústria, Crown Indústria, Marschall Indústria, Stinorland Brasil, Conduscabos Brasil e Color o acumulado de janeiro a junho de 2021.

Fonte: Ascom/ SDE