Cinquenta jovens que viviam em situação de risco no Centro Histórico de Salvador receberam, na quarta-feira (11), os certificados dos cursos de moda, beleza afro, ajudante de padeiro e cozinheiro. No total, o projeto já contemplou 110 pessoas, de 14 a 25 anos. A capacitação foi oferecida pela Secretaria de Turismo do Estado (Setur), por meio do Projeto Coligados, que integra as ações sociais do Prodetur Nacional Bahia. O objetivo é proporcionar formação técnica e inserção social aos beneficiados.

“Além de obras estruturantes na Baía de Todos-os-Santos, o Prodetur tem ainda ações ambientais e sociais. O Governo do Estado promove o turismo e também cuida da juventude, oferecendo oportunidades de emprego e renda”, explicou o secretário estadual do Turismo, Maurício Bacelar.

O projeto, executado pela Associação Pracatum Ação Social, oferece formação profissional e conteúdos relacionados ao turismo, com 400 horas de aulas. Os alunos aprenderam sobre modelos de negócios, técnicas de preço e vendas, atendimento, formação para e-commerce e marketing digital, além de normas de prevenção à Covid-19. Para auxiliar os jovens na criação dos próprios negócios, a Setur distribuiu kits com utensílios voltados para cada tipo de atividade.

João Guimarães fez o curso de moda e já deu os primeiros passos como empreendedor, atuando em produção de arte. “Trabalhei no Rio de Janeiro, num clip de funk, e para a propaganda de um instituto de beleza. Essa experiência com o Projeto Coligados e a Setur está me proporcionando vivências importantes”, comemorou.

Fonte: Ascom/Setur