Universitária Mais estudo

O Governo da Bahia antecipou o pagamento da nova parcela do programa Mais Futuro para os estudantes universitários das quatro universidades estaduais baianas (Uneb, Uesc, Uefs e Uesb). O crédito já se encontra disponível na conta dos beneficiários desde quinta-feira, 1º de julho. A iniciativa, teve um investimento de R$ 3.629.400 milhões, beneficiando 9.319 estudantes que receberam bolsas de R$ 600 para os do perfil Moradia (que estudam a mais de 100 km dos locais onde moram) e R$ 300 para os do perfil Básico (que estudam no mesmo lugar onde moram). 

No total, de janeiro a junho deste ano, já foram repassados para o programa R$ 18.345.300 milhões em recursos próprios do Estado. Desde a sua criação, foram lançados seis editais, alcançando o atendimento superior a 18 mil estudantes, através do pagamento exclusivo da assistência estudantil. 

Segundo o coordenador executivo de Programas e Projetos Estratégicos da Secretaria da Educação do Estado, Marcius Gomes, o Mais Futuro é um importante programa de assistência estudantil. “Trata-se de um programa essencial para garantir a permanência dos estudantes universitários que se encontram em condições de vulnerabilidade socioeconômica. São dois perfis de bolsas que auxiliam os estudantes, conforme a sua realidade, nas despesas básicas durante os seus estudos. Além disso, o beneficiado possui prioridade para o ingresso em vagas de estágio no terço final da graduação”, salientou.  

Sobre o Mais Futuro

É um programa de assistência estudantil criado pelo governo do Estado para garantir a inclusão social e a permanência dos estudantes que se encontram em condições de vulnerabilidade socioeconômica nas universidades públicas estaduais.

Fonte: Ascom/ Secretaria da Educação do Estado