Com um modelo de integração da agricultura familiar que produz 8 milhões de quilos de morango por ano, a Peterfrut, em Barra da Estiva, foi visitada pela comitiva do Governo do Estado liderada pelo vice-governador e secretário do Planejamento (Seplan), João Leão, na quarta-feira (30), no terceiro e último dia de viagem à região da Chapada Diamantina. A empresa tem um programa de apoio à agricultura familiar, que incentiva os produtores a terem acesso ao cultivo do morango, fornecendo a embalagem e compra de toda a produção. Alguns produtores, que fazem parte do programa da empresa, também receberam a visita institucional.

“Chegamos ao final de uma viagem muito produtiva. Escutamos as demandas, vimos de perto os trabalhos, as potencialidades e as necessidades. A ação é de extrema importância para a atualização do Plano Territorial de Desenvolvimento Sustentável da Seplan. Tive a oportunidade de visitar a Peterfrut e conhecer de perto o trabalho maravilhoso que desenvolvem com os produtores da agricultura familiar. Eles valorizam o trabalho de pessoas que nasceram e conhecem bem o local, tudo o que eles precisavam eram incentivos e capacitação para trabalhar com aquilo que eles mais amam, a terra”, declara Leão.

Ainda segundo João Leão, a Peterfrut impacta a região de forma muito positiva. A empresa emprega uma média de 12,5 pessoas por hectare (ha), maior empregabilidade no setor de hortifruti. Atualmente, são mil produtores na Bahia, que produzem 8 milhões de quilos (kg) por ano. A estimativa é chegar em 2030 produzindo 35 mil toneladas de morango em 30 campos de cultivo e atendendo 4,5 mil produtores.

“Ficamos encantados com a estrutura da Peterfrut e sua linha de produção. Nosso objetivo é assinarmos um protocolo de intenções com o grupo que vise ampliar seu potencial de produção e, com isso, gerar mais empregos na região. Fortalecendo as empresas que estão na Bahia, fortalecemos a receita do estado”, ressaltou Nelson Leal, secretário de Desenvolvimento Econômico.

De acordo com Vinícius Pimenta, engenheiro agrônomo e responsável pela planta da Peterfrut, que tem estrutura para 10 milhões de plantas, utiliza o modelo de plantio de túnel baixo, com cobertura para cada canteira. A empresa está em pleno processo de expansão do empreendimento e está investindo em uma fábrica de embalagens e todo incentivo será repassado aos produtores. O prefeito de Barra da Estiva, João de Didi, e o deputado estadual Eduardo Salles, presidente da Frente Parlamentar do Setor Produtivo, acompanharam a visita.

Outras agendas

A comitiva cumpriu mais duas agendas nesta quarta. Fez visita à fábrica do Café Barra da Estiva, que produz 1,8 mil kg/mês, emprega 10 funcionários e distribui para mais de 100 municípios. O café é fornecido por produtores da agricultura familiar da região. Visitou também as instalações da Associação de Produtores de Morango e Hortifruti da Chapada Diamantina (Aspromh) e se reuniu com o prefeito João Francisco e vereadores de Tanhaçu para fazer escuta de atualização do Plano de Desenvolvimento Territorial Sustentável, no âmbito da Agenda de Desenvolvimento Territorial (AG-Ter), coordenada pela Seplan.

Fonte: Ascom/Seplan