As atividades pedagógicas do Programa Educar para Trabalhar tiveram início nesta segunda-feira (5), com um evento virtual transmitido pelas redes sociais. As aulas serão realizadas de forma 100% remota, no formato Educação à Distância (EaD), envolvendo parcerias com instituições públicas e privadas, a exemplo do Senai, Senac e Senar. A aula inaugural contou com a presença do governador Rui Costa, que deu boas-vindas aos estudantes.

Nesse primeiro momento, 60 mil vagas foram preenchidas para 44 cursos gratuitos de qualificação profissional. Os cursos terão carga horária entre 160 e 240 horas, com duração de até quatro meses e, ao final, o estudante receberá certificado de conclusão. Os cursos atendem estudantes que fazem cursos técnicos ou o Ensino Médio e beneficiam também pessoas que concluíram cursos técnicos na rede estadual. As vagas são oferecidas nos 27 Territórios de Identidade da Bahia.