Foto: Mateus Pereira/GOVBA

A partir de junho, os pacientes da pediatria e neonatologia do Hospital Geral Roberto Santos (HGRS) poderão desfrutar de Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (PICs). Isso porque o serviço de fisioterapia da instituição ofertará – às segundas e terças, pela manhã e tarde, e em alguns dias dos finais de semana – shantala, yoga para crianças, yoga para cuidadores, auriculoacupuntura e meditação. 

Desde 2018, as PICs já são oferecidas para os pacientes adultos internados nas enfermarias. Com a ampliação, além dos bebês e crianças internados, serão atendidos pais e acompanhantes que necessitem desses recursos.  

“Será mais um avanço para o HGRS, visto que melhora a qualidade da assistência e satisfação dos usuários, amplia a modalidade assistencial da fisioterapia e fortalece o SUS [Sistema Único de Saúde]”, afirma a coordenadora do serviço de fisioterapia, Viviane Pereira. 

A fisioterapeuta lembra que todos os pacientes – bebês, crianças e/ou cuidadores – passarão por avaliação prévia a fim definir o melhor recurso, de acordo com a condição de saúde de cada um. “Faremos busca ativa dos pacientes internados e, por meio de solicitação da equipe multidisciplinar, realizaremos as práticas nas unidades em que se encontram, seguindo os protocolos de segurança”, conta Viviane.  

PICs 

As Práticas Integrativas e Complementares em Saúde, conforme o Ministério da Saúde, são recursos terapêuticos que buscam a prevenção de doenças e a recuperação da saúde, com ênfase na escuta acolhedora, no desenvolvimento do vínculo terapêutico e na integração do ser humano com o meio ambiente e a sociedade. As indicações são embasadas no indivíduo como um todo, considerando-o em seus vários aspectos: físico, psíquico, emocional e social. 

Fonte: Ascom/ HGRS