Foto: Camila Souza/GOVBA

Os alagamentos em Lauro de Freitas em época de chuva serão reduzidos a partir da entrega, nesta sexta-feira (14), de mais uma etapa concluída das obras de macrodrenagem dos rios Joanes e Ipitanga. Junto com o reservatório de água localizado no bairro de Itinga, o governador Rui Costa também entregou a urbanização do entorno da intervenção e assinou ordem de serviço para a retomada das obras de saneamento básico no município, que estavam paralisadas.

“Podemos dizer que esta é uma obra de saúde pública, porque, com a macrodrenagem e a redução de alagamentos, ajudamos a diminuir também o número de casos de doenças, como dengue e zika, por exemplo, que são decorrentes do acúmulo de água em locais inapropriados. O objetivo é oferecer mais qualidade de vida para os moradores dessas comunidades que estão localizadas em níveis mais baixos e, por isso, sofrem mais com os alagamentos”, destacou o governador.

A prefeita de Lauro de Freitas, Moema Gramacho, disse que a obra é muito importante para reduzir os alagamentos no município. “Foi uma obra pensada e idealizada desde 2006 por nós, e agora esse sonho está sendo realizado. Uma obra dessas custou mais de R$ 150 milhões. A obra de esgotamento sanitário é mais ou menos da mesma ordem. Os municípios não têm recursos para investimento desse porte. Por isso que nós fizemos o projeto e entregamos para o Governo do Estado, que captou recursos”, explicou.

De acordo com Maurício Matias, diretor de obras da Companhia de Desenvolvimento Urbano (Conder), vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Urbano do Estado (Sedur), este já é o quinto de seis reservatórios previstos no projeto. “A obra está sendo entregue junto com uma área de lazer para a população aqui e que visa, exatamente, isso; minimizar os alagamentos, principalmente em Lauro de Freitas”. Segundo ele, já foram entregues quatro reservatórios. “A obra está prevista para conclusão até o início do ano que vem. Com isso, devemos resolver esse problema que tanto aflige a população dessa cidade de Lauro de Freitas”.

O morador do bairro de Itinga, Marcos Moraes dos Santos, falou sobre a nova realidade. “Antigamente, isso aqui alagava tudo. Nós, moradores, é que sabemos o que passávamos. Agora, com a obra, estamos vivendo muito melhor. Além disso, a gente nem esperava ter quadra, praça. Está sendo muito bom, as crianças podem jogar bola, tem área para o pessoal fazer exercício, melhorou 100%”, aprovou.

Mais sobre as obras

A concepção das intervenções no Rio Ipitanga prevê a instalação de seis reservatórios de amortecimento de cheias, e o desassoreamento das pontes na estrada do Coco até a foz do Rio Ipitanga (no Rio Joanes). Também estão sendo executados nove canais de macrodrenagem.

Além da construção do Reservatório, foi criado o Parque da Mata, concebido para proporcionar um espaço de lazer para a comunidade. Foram construídos no local um campo de futebol, uma quadra poliesportiva, um campo de vôlei de areia, uma área para a prática de ginástica, um parque infantil e pistas de patinação e de corrida.

Repórter: Raul Rodrigues