Na próxima quarta (7) e quinta-feira (8), a Unidade de Emergência Mãe Hilda Jitolú, no bairro do Curuzu, em Salvador, atenderá exclusivamente pacientes graves, classificados como vermelhos. A restrição se dará em virtude de uma intervenção estrutural no prédio que terá sua rede de gases medicinais entroncada ao imóvel ao lado da unidade, para onde será transferido o atendimento, por seis meses. Nesse período, a Unidade de Emergência passará por algumas reformas.

Para garantir o atendimento nos dois dias, a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) disponibilizará uma ambulância do tipo UTI para regular imediatamente pacientes com esse perfil, seja adulto ou pediátrico.

Está assegurada a continuidade do atendimento adulto e pediátrico na região, a partir da sexta-feira (9). Com a transferência dos serviços de saúde para o imóvel ao lado, a Unidade de Emergência Mãe Hilda Jitolú passará por adequações de fluxo, substituição da cobertura, além de serviços associados à rede elétrica, hidráulica, lógica, gases, pintura e climatização.

Fonte: Ascom/ Sesab