FOI REALIZADA/ NA ÚLTIMA TERÇA-FEIRA/ A TERCEIRA EDIÇÃO DO FÓRUM ESTADUAL SOBRE FEBRE AFTOSA// EM FORMATO ONLINE/ A ATIVIDADE REUNIU REPRESENTANTES DA ADAB/ AGÊNCIA ESTADUAL DE DEFESA AGROPECUÁRIA DA BAHIA/ QUE RESPONDE PELO SERVIÇO VETERINÁRIO OFICIAL/ E SETORES GOVERNAMENTAL E DE PRODUTORES/ PARA RATIFICAR A RESPONSABILIDADE COMPARTILHADA DA VACINAÇÃO CONTRA A DOENÇA// A BAHIA SE MANTÉM LIVRE DA FEBRE AFTOSA HÁ VINTE E QUATRO ANOS/ ATRAVÉS DE DUAS ETAPAS DE VACINAÇÃO ANUAL// EM 2021/ A PRIMEIRA DELAS COMEÇA  NESTE SÁBADO// O DIRETOR-GERAL DA ADAB/ MAURÍCIO BACELAR/ ALERTA QUE OS PRODUTORES QUE NÃO VACINAREM OS ANIMAIS TERÃO AS PROPRIEDADES INTERDIDATAS E SERÃO MULTADOS///

SON// MAURÍCIO BACELAR  – DIRETOR-GERAL DA ADAB

A CAMPANHA VAI ATÉ O DIA TRINTA E UM DE MAIO E É DESTINADA AOS BOVINOS E BUBALINOS DE TODAS AS FAIXAS ETÁRIAS// A PREVISÃO É IMUNIZAR CERCA DE DEZ MILHÕES DE ANIMAIS// O DIRETOR-GERAL DA ADAB RESSALTA QUE É PRECISO DECLARAR A IMUNIZAÇÃO DO REBANHO///

SON// MAURÍCIO BACELAR  – DIRETOR-GERAL DA ADAB

UM DOS ASSUNTOS MAIS DEBATIDOS NO FÓRUM/ NA ÚLTIMA TERÇA/ FOI A EVOLUÇÃO DOS PREPARATIVOS PARA QUE/ EM MAIO DE 2023/ A BAHIA SOLICITE OFICIALMENTE À ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE ANIMAL/ O STATUS DE ZONA LIVRE SEM VACINAÇÃO// ISSO VAI VALORIZAÇÃO OS PRODUTOS DA AGROPECUÁRIA DO ESTADO E AMPLIAR O ACESSO AOS PAÍSES MAIS EXIGENTES NO CONTROLE SANITÁRIO/ COMO DESTACA MAURÍCIO BACELAR///

SON// MAURÍCIO BACELAR  – DIRETOR-GERAL DA ADAB

COM INFORMAÇÕES DA SECOM BAHIA/ ALEXANDRE SANTANA///