Mais uma vez, o secretário estadual da saúde, Fábio Vilas-Boas, falou sobre os riscos do uso de medicamentos sem eficácia comprovada contra o coronavírus. O titular da Sesab reafirmou que não existe tratamento preventivo para a covid-19 e destacou os problemas que podem ser causados pela utilização indiscriminada de remédios como ivermectina, azitromicina e cloroquina.