Os detalhes da Parceria Público-Privada (PPP) para concessão administrativa do Hospital Metropolitano da Bahia, em Lauro de Freitas, foram apresentados por uma equipe técnica do Governo do Estado, nesta segunda-feira (26), em evento virtual transmitido pelas redes sociais. O leilão, previsto para ser realizado no dia 20 de maio, na Bolsa de Valores de São Paulo (B3), concederá ao solicitante vencedor o direito de implantar, gerir, operar e ampliar a unidade por um prazo de 20 anos. O secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, destacou a importância da gestão em parceria para oferecer um serviço de maior qualidade à população.

Atualmente aberta de forma emergencial para atendimento de pacientes com diagnóstico de Covid-19, a unidade possui cerca de 28 mil metros quadrados de área construída e vai começar a operação, inicialmente, com 260 leitos, que serão ampliados pelo parceiro privado para 330, sendo 75 de UTI. O hospital disponibiliza dez salas cirúrgicas, serviço de hemodinâmica, unidade de emergência 24 horas referenciada e serviços diagnósticos — laboratório, radiologia, ultrassonografia, tomografia computadorizada, ressonância magnética e medicina nuclear. Foram investidos entre obras e equipamentos mais de R$ 173 milhões.