As novas cepas do coronavírus possuem um poder de espalhamento maior e estão sendo mais agressivas com pessoas jovens, que estão sendo direcionados para leitos de UTI por conta do quadro clínico. A observação é da subsecretária estadual da saúde, Tereza Paim. Ela relata que tem se notado uma mudança no perfil dos pacientes acometidos pelo vírus.