Com o objetivo de prevenir e reduzir incêndios florestais, em áreas públicas e particulares, assim como promover ações de reconhecimento de boas práticas de combate a incêndios e preservação ambiental, a Secretaria do Meio Ambiente (Sema), o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) e a Bracell Bahia Florestal – Ltda assinaram, na manhã desta terça-feira (2), de forma virtual, um Acordo de Cooperação Técnica (ACT).

Entre as ações previstas está a capacitação de 100 brigadistas voluntários. A equipe, coordenada pelo grupo Bracell, irá trabalhar em conjunto com o Programa Bahia Sem Fogo (BSF) no combate e prevenção aos incêndios florestais nos municípios de atuação da empresa. Ao todo, serão capacitados 25 brigadistas em cada um dos quatro subcomitês do BSF: do Norte, sediado em Juazeiro; do Sul, sediado na cidade de Eunápolis; do Oeste, em Barreiras; e da Chapada, em Seabra. Todos os subcomitês são coordenados pelas Unidades Regionais do Inema.

Para o secretário João Carlos Oliveira, o meio ambiente é uma construção coletiva e a formalização dessa parceria simboliza o fortalecimento das ações de preservação ambiental. “A Bracell possui brigadistas nas regiões em que atua e suas ações já possuem indicadores que apresentam redução de incêndios. São práticas que incorporam inteligência tática, educação e prevenção aos incêndios florestais que irão somar as ações do Programa Bahia Sem Fogo. A proposta é reunir esforços entre a iniciativa privada e poder público para reduzir a incidência de incêndios no Estado. São parcerias como essa que fortalecem o trabalho do Governo em todo território baiano”, avaliou o titular da Sema.

O diretor-geral da Bracell Bahia, Guilherme Araújo, afirmou que o acordo é uma importante iniciativa para combater os incêndios florestais no estado. “Estamos felizes em contribuir nesta troca de experiência com os profissionais da Sema, que sempre esteve aliada com as ações de sustentabilidade da empresa. Nos últimos 10 anos, a Bracell vem contribuindo com a redução drástica de queimadas nas áreas florestais da região do Litoral Norte e Agreste baiano. Em 2020, por exemplo, as equipes de brigadistas da Bracell, com o apoio das comunidades na área de influência da empresa, conseguiram reduzir a extensão de áreas de matas consumidas pelas chamas para 37 hectares, o menor desde 2011”, disse.

“Este é um momento histórico, porque nós vimos esse projeto nascer há muitos anos, e hoje está finalmente se consolidando. A expectativa é de que essa parceria venha para somar nas ações efetivas de prevenção, capacitação e no fortalecimento das nossas estruturas, provendo a formação e os materiais necessários a esses brigadistas para que eles possam atuar na linha de frente de combate ao fogo,” destacou a diretora-geral do Inema, Márcia Telles.

O gerente de segurança Patrimonial da Bracell, Douglas Pithon, ressaltou a importância da parceria para troca de experiências e expertises no combate aos focos de incêndio. “Para nós é uma honra ter a missão de preservar o meio ambiente. Além do combate direto ao fogo, possibilitamos a capacitação e treinamento de pessoas que estão qualificadas para atuar na preservação ambiental. No Norte do estado, nossa área de atuação, combatemos 448 incêndios florestais em 2020, o que dá mais de uma ação por dia. Além de reduzirmos os incêndios em 78% no ano passado, passando de 350 ha em 2019, para 50 ha em 2020, também conseguimos resgatar e salvar a vida de 37 animais silvestres. Estamos à disposição da Sema e do Inema, com 87 homens que atuam diuturnamente no combate e prevenção aos incêndios florestais”, relatou Pithon.

No Acordo de Cooperação Técnica está prevista ainda a elaboração de um Plano de Trabalho para execução das atividades, entre elas, a capacitação técnica e ambiental dos brigadistas; ações de reconhecimento a boas práticas, programas, organizações públicas ou privadas, além de indivíduos que comprovadamente, contribuam com a preservação de florestas no Estado; divulgações e campanhas publicitárias das ações de prevenção e combate a incêndios florestais; e apoio técnico e tático para ações de prevenção e combate a incêndios florestais.

Fonte: Ascom/Sema