O lote de vacinas que chegaria à Bahia na quarta-feira (17) só deve chegar ao estado no próximo dia 23. De acordo com o secretário estadual da saúde, Fábio Vilas-Boas, o Ministério da Saúde reagendou a distribuição dos imunizantes. A Bahia deve receber em torno de 300 mil doses, quantidade que o secretário afirma ser insuficiente e que “não permite sequer completar a primeira fase toda da imunização”.

O secretário afirma que se não houver um aporte de vacinas de outros laboratórios “nós vamos continuar em um processo arrastado e lento, dando a impressão de que estamos fazendo alguma coisa de relevante para a população, dando a impressão à população de que está sendo vacinada, quando na verdade a fração de vacinados é muito pequena”.