Mercado do Rio Vermelho
Foto: Elói Corrêa/Arquivo GOVBA

No mês de dezembro, quando tradicionalmente há mais demissões, 502 postos de trabalho foram criados na Bahia, de acordo com as informações do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) relativas ao ano de 2020, sistematizadas pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI).

O resultado, divulgado nesta quinta-feira (28), decorreu da diferença entre 48.695 admissões e 48.193 desligamentos. Todavia, o saldo para o acumulado no ano (-5.307 postos) revela os impactos da pandemia da Covid-19.

A Bahia exibiu registro positivo para dezembro, resultado divergente do apresentado na série histórica do referido mês (2010-2020). Trata-se do melhor resultado para um mês de dezembro. Cinco setores geraram postos de trabalho no mês de dezembro de 2020: Comércio (+3.835 postos), Alojamento e alimentação (+3.285 postos), Informação, comunicação e outras atividades (+1.867 postos), Transporte, armazenagem e correio (+906 postos) e Serviços domésticos (+1 posto).

Houve registro de perdas nos outros setores: Construção (-3.443 postos), Agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura (-2.521 postos), Indústria geral (-1.925 postos), Administração pública (-1.220 postos) e Outros serviços (-283 postos). O boletim completo está disponível no site da SEI.

Fonte: Ascom/SEI