Vacinação - HRCC
Foto: Divulgação

A manhã desta quarta-feira (20) marca um dia histórico no Hospital Regional Costa do Cacau (HRCC), em Ilhéus. Profissionais de saúde, da linha de frente de combate à Covid-19, receberam as primeiras doses da CoronaVac, vacina com uso emergencial aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), no último domingo (17).

Os primeiros a receberem as doses da vacina foram o médico Egídio Alves Feitosa Filho, intensivista, e a enfermeira Diovania Braga, ambos profissionais da linha de frente da Unidade Covid do HRCC. Nesta etapa, que envolve a primeira dose da CoronaVac, profissionais de saúde como médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, agente operacionais, entre outros, receberam a vacina.

O médico Egídio Alves Feitosa Filho declarou que esse momento é marcante e se sente muito feliz pela oportunidade vivenciada. “É um marco importante na mudança da história dessa doença tão terrível que nos assolou em 2020. Começamos 2021 com o pé direito, esperança engrandecida. Estamos vencendo essa luta, e com a CoronaVac Deus nos dá a esperança de que vamos parar o sofrimento de perder familiares, amigos para a doença que nos afetou de uma forma tão terrível. Então, é um momento de felicidade”, disse.

Para a enfermeira Diovania Braga, depois de tantas lutas com aquelas famílias, tantas perdas, incertezas por se tratar de algo novo, hoje com muito mais autonomia para falar da Covid, enfim chegou a vacina. “A gente não esperava que fosse tão rápido, mas graças a Deus aconteceu, está até difícil de acreditar que seja uma realidade mesmo, que existe realmente essa luz no fim do túnel, disso tudo acabar, desse sofrimento acabar. Então, agora, realmente, é como se fosse um alívio para gente, temos que comemorar esse ato importante”, declarou.

O médico José Américo, diretor técnico do HRCC, classificou a importância da vacinação em três níveis. “Primeira importância, para a comunidade. O início da vacinação de uma doença como essa que já causou tantas mortes, tanto sofrimento à população é sempre comemorada com alegria. Segunda, a decisão das instituições, como Sesab, Ministério da Saúde, diante de um número pequeno de vacinas disponibilizadas, nesse momento, de privilegiar os profissionais da saúde é um reconhecimento aos que são na linha de frente da Covid, devemos salientar, é uma decisão que honra e reconhece todo empenho dos profissionais da área de saúde. Terceiro aspecto, é que o outro motivo de vacinar profissionais da área de saúde é começar a fazer um cinturão de proteção para que, no exercício profissional, a pessoa não se contagie e com isso não transmita para em suas residências, em suas outras atividades comunitárias a doença”, argumentou.

Vacinação da CoronaVac

Assim como todas as campanhas de vacinação para colaboradores do HRCC, a da CoronaVac também é organizada pelos setores Epidemiologia e o Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT) da unidade hospital, com a anuência da Gerência da Enfermagem e Diretoria Administrativa.

As primeiras doses da CoronaVac, em profissionais de saúde do hospital, foram aplicadas pela enfermeira Hortência Van Der Veere, gerente de Enfermagem.

Fonte: Ascom/Sesab