Gestores - Formação Continuada
Foto: Reprodução

Representações de 86 Secretarias Municipais de Educação e dirigentes de quatro Núcleos Territoriais de Educação (Litoral Sul, Portal do Sertão, Chapada Diamantina e Recôncavo) conheceram o Plano de Formação Continuada Territorial e a agenda formativa para 2021, durante reuniões online realizadas nesta segunda-feira (25). A ação é uma iniciativa da Secretaria da Educação do Estado (SEC), por meio do Instituto Anísio Teixeira (IAT), que visa mobilizar os municípios e educadores para adesão e participação na formação continuada.

Presente nos encontros, o secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, destacou as parcerias com a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (UNDIME), com a União dos Municípios da Bahia (UPB) e Itaú Social. “O que destaco nesta agenda é a união. É mostrar que estamos juntos, com o objetivo de fortalecer as aprendizagens dos estudantes. É um desafio, mas queremos avançar nestas aprendizagens. O IAT tem a competência para tocar esta pauta de formação e a UNDIME vem construindo os espaços territoriais de forma muito positiva e forte”, afirmou.

Além do secretário, participaram dos encontros os dirigentes dos Núcleos Territoriais de Educação, Rosilene Vila Nova (NTE05), Arivaldo Vieira (NTE19), Clovis Ezequiel (NTE21) e Aline D’Oliveira Lopes (NTE03).

A diretora-geral do IAT, Cybele Amado de Oliveira, iniciou sua apresentação trazendo a concepção, metodologia e hierarquia da Formação Continuada Territorial. “Nossa formação tem como uma premissa a teorização da prática, além de trabalhar pautas como o currículo e as avaliações”, explicou.

O Plano de Formação Continuada Territorial tem como foco os gestores escolares e coordenadores pedagógicos que atuam nos períodos do 6º ao 9º ano e no Ensino Médio. Também participam técnicos das Secretarias Municipais de Educação (SME) e dos Núcleos Territoriais de Educação (NTE).

Dirigente de educação do município de Wagner, Território da Chapada Diamantina (NTE03), Ricardo Berbel parabenizou a iniciativa. “É muito bom vermos a provocação da Secretaria, convocando os secretários municipais para um diálogo sobre a formação, sobre educação, mesmo neste momento em que as escolas ainda estão fechadas”. Na mesma linha, a dirigente do Núcleo Territorial de Educação da Chapada Diamantina, Aline D’Oliveira Lopes, disse que a educação na Bahia nunca parou. “Uma educação Pública, de qualidade é possível. Por isso, não podemos parar”.

Representando o município de Canavieiras, Sabrina Raica, também parabenizou a iniciativa e pontuou que “para fazer educação é preciso ter união e que esta formação acerta ao unir estados e municípios”. Secretária de Educação em Feira de Santana, Anaci Paim, corroborou com a ideia de trabalho colaborativo. “Acredito no trabalho em conjunto e precisamos deste apoio da secretaria da educação do estado para melhorarmos a educação”, afirmou.

A união entre estado e municípios também foi a tônica das falas de Williams Panfile, presidente da UNDIME, e de Claudia Petri, do Itaú Social, parceiros que atuam na Formação Continuada. “Desde o início, acreditamos nesta parceria e no diálogo com a Secretaria, com IAT. Hoje temos um trabalho forte em regime de colaboração. A UNDIME é parceira e está à disposição sempre para esta e outras ações”, disse Panfile. Já Claudia Petri afirmou que “em 2019 percebemos a potência deste trabalho que foi pensado para a educação na Bahia. É uma grande honra colaborar com esta formação”.

A apresentação do Plano de Formação segue até sexta-feira (29). Nesta terça-feira (26) será a vez dos municípios dos Territórios de Identidade do Semiárido Nordeste II, Sudoeste Baiano, Irecê, Velho Chico e Itaparica.

Fonte: Ascom/Secretaria da Educação do Estado