SDE

A Valfilm Nordeste, indústria do setor Plástico, vai ampliar sua unidade produtiva no Polo de Camaçari, e prevê para isto investimentos de R$ 35 milhões e pretende chegar a 250 empregos, entre aqueles já existentes e as novas vagas. O protocolo de intenções assinado nesta sexta-feira (29), com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), prevê ainda um incremento na capacidade de produção de 11,2 mil toneladas/ano.


“Nós precisamos cuidar de Camaçari. Com a saída da Ford, nós precisamos abraçar todas as empresas do Polo Petroquímico, do setor plástico, de todos os setores industriais, porque nós temos que renovar os empregos da montadora automotiva que estamos prestes a perder. O que nós queremos? Encontrar outra montadora para substituir a Ford e tomar conta dessas empresas que estão aumentando a sua capacidade produtiva como a Valfilm, que é uma empresa sadia, com mais de 10 mil funcionários no mundo”, afirma o secretário titular da SDE, João Leão.


A empresa produz filme plástico flexível, classificado como produto de primeira necessidade, porque atinge toda cadeia produtiva dos setores de Bebidas, Alimentos e Medicamentos, e é utilizado diretamente na embalagem final de produtos distribuídos em todo Brasil e também no exterior.


Para Renato Braga Junior, diretor da unidade industrial da Valfilm na Bahia, o protocolo assinado vai viabilizar maiores condições e benefícios à companhia. “Vamos conseguir colocar mais investimentos, obviamente aumentar o número de empregados. Nós temos planos de crescimento da planta, temos terrenos disponíveis para construção. Então, com a obtenção dos incentivos isso vai proporcionar para nós uma maior flexibilidade e condições para conseguir essas ampliações e novas contratações dentro do Polo Industrial de Camaçari”, diz.


Fonte: Ascom/SDE