Frame a janela dos meus olhos Balé do TCA BTCA

O Balé Teatro Castro Alves (BTCA) tem atuado para ampliar cada vez mais sua presença nas plataformas digitais. No último ano, com a pandemia da Covid-19 e a transferência das atividades para o ambiente online, a companhia pública de dança da Bahia, corpo artístico do Teatro Castro Alves (TCA), aumentou consideravelmente seu cardápio de vídeos na plataforma YouTube.

O canal próprio, no endereço www.youtube.com/baleteatrocastroalvesbtca, existe desde agosto de 2016 e carrega teasers de espetáculos, como “Endogenias” (2016) e “Lub Dub” (2017), e vídeos dos projetos lançados nos últimos meses: “#BTCAPlay”, que resgata e exibe coreografias e videodanças do vasto repertório do grupo; “Solos de Estar” e “Ponto de Vista”, que promovem criações inéditas dos bailarinos durante a situação de isolamento social. 

Na mesma página, também está disponível um vídeo do programa “Nossa Cultura”, em comemoração aos 35 anos do BTCA, que, em 2021, celebrará suas quatro décadas de existência. O canal tem mais de 1,2 mil inscritos e contabiliza quase 14 mil visualizações para seus 23 vídeos. Destes, 15 foram publicados no ano de 2020, fruto de projetos audiovisuais específicos para a internet. 

Essa janela que o BTCA abriu para melhorar sua comunicação com o mundo vai se multiplicar a partir de agora: por conta da forte presença do púbico na internet, e ainda operando com práticas que impedem apresentações presenciais, a companhia está preparando novos lançamentos digitais para esta temporada. 

BTCA

Companhia pública de dança contemporânea fundada em 1981, o Balé Teatro Castro Alves (BTCA) tem direção artística de Wanderley Meira e é um corpo artístico estável do Teatro Castro Alves (TCA), vinculado à Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb) e à Secretaria de Cultura do Governo do Estado (SecultBA).

Conta no seu repertório com mais de 90 montagens de importantes coreógrafos. Em sua história recente, destacam-se “Lub Dub” (2017), “Urbis in Motus” (2017), “Tamanho Único” (2018), “CHAMA: Coreografia para artistas incendiárixs” (2018) e “A História do Soldado” (2019), esta em parceria com a Orquestra Sinfônica da Bahia (OSBA).

Em 2020, em meio à pandemia da Covid-19, uma maratona inventiva conjunta vivida pelo BTCA e OSBA fez surgir seis criações inéditas estreadas no projeto “Voltando aos Palcos”, disponíveis no canal de YouTube do Teatro Castro Alves (TCA): www.youtube.com/teatrocastroalvesoficial

Fonte: Ascom/TCA