Mais 60 comunidades do semiárido baiano serão contempladas com o Programa Água Doce (PAD), que garante água boa e de qualidade para as famílias que sofrem com a escassez desse recurso para o consumo. O programa opera a partir do aproveitamento de águas subterrâneas, salobras e salinas, de poços comunitários existentes, e da aplicação da tecnologia de dessalinização. Esta é a segunda fase do PAD, que já conta no estado com 285 sistemas de dessalinização implantados, e mais 10 em fase de conclusão.