Com atuação na Diretoria de Vigilância Epidemiológica do Estado (Divisa), o infectologista Antônio Bandeira alerta para os riscos da nova variante do coronavírus, que tem poder de transmissão até 70% maior que a forma anterior. O médico ressalta a importância das medidas de segurança, como o uso de máscaras, e afirma que os casos da mutação identificados em São Paulo podem representar a infecção de muito mais pessoas, com casos que ainda não foram registrados pelos órgãos de saúde.